sexta-feira, 22 de março de 2013

Nudistas se casam em praia ensolarada da Jamaica


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
Noivas envergonhadas é que não são.
Nove casais aventureiros espalharam uma grande quantidade de protector solar e trocaram votos, ao natural, em Negril, Jamaica.

Com pouco mais do que bouquets de orquídeas, para esconderem a sua modéstia, as noivas caminharam nuas na areia branca da praia, para dizerem “Sim, quero”, no dia de São Valentim.
O resort Hedonismo II convidou dez casais para a cerimónia em grupo (com todas as despesas pagas), casais que foram escolhidos de um grupo de 100 candidaturas, em que tiveram que responder a várias perguntas, incluindo porque desejavam começar uma nova vida juntos e nus. Um casal acabou por desistir na véspera do grande dia que foi filmado para um documentário televisivo.
Um dos casais respondeu: “Se nós gostamos da nudez um do outro, porque assumir um começo de vida nus?”

“Nós adoramos fazer coisas loucas e selvagens” podemos ler na lista de razões de outro casal.
“Será uma recordação que poderemos desfrutar mais tarde, depois da reforma…” escreveram dois dos recém-casados.

Como complemento da cerimónia de casamento, os casais vencedores tiveram direito a festa de despedida de solteiro/solteira e a uma estadia de quatro noites no resort.

Casar-se nua no Dia dos Namorados, significava a concretização de um sonho para Milly Salas, uma mãe e dona de casa de Bergen County, New Jersey, que nunca antes tinha visitado um resort nudista.
“Foi lindo. Foi como um conto de fadas” disse Salas de 39 anos, logo depois das suas núpcias nuas em Hedonism II, um resort em Negril, uma cidade conservadora e dependente do turismo na parte Oeste da ilha.

A promessa de um casamento no Dia dos Namorados e uma estadia de quatro noites atraiu mais de 100 casais de noivos dos Estados Unidos e Canadá, mas só 10 foram escolhidos para fazerem parte do concurso de casamento nu, segundo Zein Issa-Nakash, uma das vice presidentes para o marketing da Superclubs, que é proprietária do Hedonism. Um dos casais desistiu antes do grande dia, ao saber que o casamento iria ser filmado para um documentário.

Kevin Young, de Land O’Lakes, Florida, afirmou que andar ao natural é o que ele normalmente faz desde que vive numa comunidade nudista.

Como tal casar sem roupas não foi nada difícil para Young e para a sua nova esposa, Shannon Witherspoon. Até com pinturas corporais se sentiria muito coberto, diz ele.

“Foi fácil para nós porque já estamos acostumados. Mas algumas destas pessoas nunca estiveram nuas fora dos seus quartos. Tenho que lhes dar os parabéns, porque eles conseguiram ultrapassar tabus e foram até ao fim, assumindo a sua nudez.” relatou Young, ao telefone de Negril.


A cerimónia de Terça-feira, foi o primeiro casamento nudista do resort Jamaicano desde 2003, segundo Issa-Nakash. Ela diz que desta vez não houve protestos sobre o evento de pastores ou outros como aconteceu à uma década atrás quando o resort começou a organizar casamentos nudistas, em grupo.

O governo da primeira-ministra Portia Simpson Miller não reagiu à retomada dos casamentos nudistas neste Dia dos Namorados. Durante a controvérsia sobre os casamentos nudistas em 2001, Simpson Miller, na altura ministra do turismo, disse que casar sem roupas era precisamente o oposto de como a Jamaica deveria ser publicitada.

Durante as últimas décadas, com o boom do turismo, os Jamaicanos suportam calmamente os estereótipos dos visitantes que dizem ser um país propício para divertimento na praia e que deixaram a civilização para trás. Mas sempre houve uma certa tensão entre a sociedade tradicional da ilha e a indústria do turismo principalmente virada para o prazer.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se livre para deixar um comentário educado... O seu comentário poderá levar alguns minutos para ser exibido.