segunda-feira, 27 de agosto de 2012

Ilhas Bahamas


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
Incrustada no mar de água turquesas e verde-esmeralda do Caribe, as Bahamas são um arquipélago formado por 700 ilhas e ilhotas. Abaixo conheça mais cada uma das 14 principais ilhas das Bahamas. 

  Com 177 km de extensão e pouco mais de 3 km de largura, Eleuthera mantém sem esforço os turistas próximos de suas praias de areias brancas e rosadas. Juntamente com Harbour Island, Eleuthera encanta os turistas com suas vilas coloniais e plantações de abacaxi.

sobre as ilhas

Eleuthera fica localizada na latitude de 25 graus Norte e longitude de 76 graus Oeste, nos limites do Mar do Caribe. Ela fica a 96 km de Nassau em seu ponto mais próximo, Current Island, e a aproximadamente 320 km da Flórida.
Esta ilha em forma de foice, com um monte como uma corcunda, tem 177 km de extensão e uma média de 10,8 km de largura e seu ponto mais elevado tem 51 metros. Ela é uma ilha de corais e areia formada pela ação dos ventos e ondas. As dunas de areia foram sopradas em montes na costa leste da ilha, no final se consolidando em pó e formando um cimento natural. A areia é descrita como branca-rosada e cor de pêssego em Harbour Island e em certas partes da ilha principal.
Vilarejos coloniais serenos e hectares de plantações de abacaxi tornam Eleuthera uma ilha de sofisticação casual. O ritmo preguiçoso de Eleuthera e as cores cinzentas mas abundantes da ilha lhe dão uma sensação de uma grande ilusão. Grande parte da arquitetura da ilha e modo de vida foram influenciados pelos colonos legalistas do final dos anos 1700.
A ilha está dividida em duas regiões, North Eleuthera e South Eleuthera. North Eleuthera abrange Harbour Island, Spanish Wells, Upper & Lower Bogue, The Bluff, The Current & Current Island, Gregory Town, Hatchet Bay e James’ Cistern. South Eleuthera abrange Governor’s Harbour, Palmetto Point, Savannah Sound, Tarpum Bay, Rock Sound, Green Castle, Deep Creek, Waterford, Wemyss Bight e Bannerman Town.

harbour island

Harbour Island foi considerada “A Melhor Ilha do Caribe” pela revista Travel & Leisure em 2005. Em sua 10ª votação anual, os leitores da revista de turismo de elite classificaram Harbour Island como a número um entre as ilhas do Caribe, Bahamas e Bermudas em sua lista de Melhores Cidades e Ilhas do Mundo.
Briland, como é conhecida pelos habitantes, tem aproximadamente 5,5 km de extensão e 2,5 km de largura. Antes capital das Bahamas e segunda maior cidade nos anos 1900, atrás de Nassau, estima-se que a população atual seja entre 1.500 e 2.000 habitantes. A ilha fica localizada a aproximadamente 320 km de Miami, 96 km de Nassau/Paradise Island e pouco mais de 3 km do leste de Eleuthera.
Dunmore Town, a principal e única cidade em Harbour Island, é uma das mais antigas das Bahamas. Quando estourou a Guerra da Independência nos Estados Unidos, o governador legalista da Virgínia fugiu para as Bahamas, onde recebeu o título de lorde Dunmore, governador das Bahamas. Ele fundou Dunmore Town, no centro de Harbour Island, dando forma à cidade que se vê hoje.
Harbour Island foi um importante estaleiro e centro de refino de açúcar no final dos anos 1800, e os habitantes engenhosos também ganharam fama como hábeis construtores de navios e fazendeiros. A ilha em si tem pouca terra aproveitável, mas os moradores receberam terras para cultivar em Eleuthera em 1783, e grande parte destas terras concedidas originalmente ainda são cultivadas pelos brilanders.
A construção de navios e o cultivo de frutas cítricas, abacaxis e tomates tornaram Harbour Island relativamente próspera até a Primeira Guerra Mundial provocar uma depressão mundial. A primeira atividade regular de turismo, que atualmente é responsável por grande parte do sustento da ilha, teve início com os vôos semanais da Bahamas Air em 1941. Eletricidade, telefonia, televisão e, mais recentemente, e-mail deixaram Harbour Island ao alcance de várias centenas de visitantes por semana, que atualmente provam seus encantos.
A popularidade duradoura da ilha é baseada em seu verde tropical, que se estende até encontrar as praias quentes e rosadas pelas quais é famosa. Seus resorts e a hospitalidade calorosa da população, abrigados na pitoresca arquitetura da Nova Inglaterra, do passado legalista da ilha, se somam ao charme da natureza. Árvores centenárias margeiam as ruas estreitas e floridas. É uma imagem para não ser perdida.

spanish wells

A uma curta viagem de táxi marítimo saído de North Eleuthera se encontra Saint George’s Cay e Spanish Wells, uma bela aldeia de pescadores de 2,5 km situada entre bosques de palmeiras e outras árvores. Apesar dos Aventureiros Eleutheranos terem sido os primeiros colonos da ilha, situada na costa leste de Eleuthera, foram os conquistadores espanhóis que colocaram Spanish Wells no mapa. Foi nela que abriram um poço no século 17 para abastecer seus navios com água potável. A ilha era o último ponto de embarque de seus galeões antes da árdua jornada de volta à Espanha, carregados de riquezas do Novo Mundo.
Spanish Wells foi primeiro habitada em 1649 e parte dos legalistas que vieram da Carolina, em 1776, se estabeleceram aqui. A população tem laços familiares muito fortes e muitos dos atuais moradores afirmam orgulhosamente que sua herança remonta os primeiros pioneiros. Se você por acaso for descendente de um legalista em Spanish Wells, você será chamado de “Newcomer” (recém-chegado).
Seus habitantes são bastante trabalhadores e nunca foram donos de escravos. Por séculos eles sobrevivem graças à generosidade dos quilômetros de mar azul ao redor da ilha. Esta pequena comunidade é responsável por 75% de todo lagostim pescado nas Bahamas na temporada. Eles também são excelentes guias de pesca e instrutores de mergulho. Aqueles que não trabalham em atividade pesqueira estão envolvidos em atividade agrícola.

the bouge

The Bouge fica situado a 8 km de The Bluff. O nome seria uma simples corruptela de “The Bog” (o brejo), que se refere ao pântano vizinho. A área é dividida em duas seções, Upper e Lower Bouge, que foram estabelecidas após a Emancipação. A igreja metodista é o templo mais velho da cidade.

the bluff

The Bluff fica a cerca de 8 km ao sul de Spanish Wells, na costa oeste de Eleuthera. Esta antiga vila tem um porto em miniatura e foi fundada por escravos libertados. Após a Emancipação, os escravos no distrito se estabeleceram nas melhores terras na colônia, cuidando para que ficassem perto do mar pela conveniência de transporte de suas frutas e da pesca. Ela tem belas plantações de laranja e milhares delas já foram exportadas aos Estados Unidos. A mais antiga igreja é a Igreja Metodista John Wesley. Não há infra-estrutura para turismo e a maioria das pessoas vive da agricultura.

the current & current island

The Current é uma pequena aldeia que recebeu seu nome (a corrente) da maré que sobe e a separa de Current Island. Acredita-se que seja uma das mais antigas cidades e que o capitão William Sayle trouxe alguns colonos para cá em seu caminho para “descobrir” Cupid’s Cay. Os homens são bons pescadores; as mulheres ganham a vida do artesanato que produzem alguns dos melhores trabalhos em palha do país.

gregory town

Gregory Town fica a 8 km ao norte de Hatchet Bay. A cidade leva o nome do governador John Gregory, que foi governador das Bahamas nos anos 50. A cidade tem um charme inesperado. Alguns turistas dizem que ela lhes recorda Jerusalém e outros a Riviera Italiana. Vários chalés de cores pastéis pontilham as encostas íngrimes e ensolaradas. Seu porto perfeito, que os piratas chamavam “The Cove” (a enseada), é usado até hoje. Os dois principais resorts são The Cove e Cambridge Villas.
Em 1988, o escritório de turismo local lançou o Festival do Abacaxi anual. Em julho de 1989, quando soube que Jensen Beach, Flórida, também celebrava um Festival do Abacaxi, Gregory Town e Jensen Beach se tornaram oficialmente Cidades Irmãs. A história mostra que os abacaxis de Eleuthera contribuíram para o início da cultivo de Abacaxi em Jensen Beach, em 1888.

hatchet bay & alice town

Hatchet Bay, uma cidade com 1,5 km de extensão margeada por casuarinas, fica situada entre Gregory Town e James Cistern. Alice Town é a principal cidade e mais populosa no norte. Anos atrás, Hatchet Bay era chamada de East End Point. O porto tem a forma de uma cabeça de machado, com o cabo cortado pelo mar. Duranteos anos 40, um canal foi aberto para facilitar a entrada dos barcos.
Aqui fica localizada a Hatchet Bay Plantation, estabelecida em 1936 por Austin Levy, que produzia laticínios e produtos avícolas. Ela foi comprada pelo governo das Bahamas em 1975 e passou a ser controlada pela Bahamas Development Corporation. Ela atualmente está fechada.
Em Alice Town, há a empresa embaladora Hatchet Bay do Departamento de Agricultura. Abacaxis, couves, cebolas, melancias, abóbaras, pimentões, tomates e pepinos são alguns dos produtos enviados de Eleuthera para New Providence.

james cistern

O nome desta cidade, situada entre Hatchet Bay e Governor’s Harbour, vem das cisternas de água doce encontradas por um homem chamado James durante o início da colonização. Uma parte desta cidade de pouco mais de 3 km de extensão fica empoleirada no alto da colina e é chamada “The Cliffs” por causa de sua altura em relação ao nível do mar.
Há sete igrejas aqui, a mais velha a Igreja Metodista John Wesley, que tem mais de 200 anos e o maior número de fiéis. A nova igreja metodista tem capacidade para 200 pessoas.

palmetto point

Esta cidade que cresce rapidamente recebeu seu nome devido aos muitos palmitais que podem ser vistos ao longo da rua principal e por toda a área. Palmetto Point é dividida em duas seções, Norte e Sul; o Norte é chamado pelos moradores locais como Country (interior) e o Sul como South Side (lado sul).
O lado sul foi habitado primeiro, mas devido à escassez de água, os colonos se mudaram para o norte, onde a cidade cresceu devido aos poços de água potável. O lado sul é bem ocupado atualmente e há vários hotéis para turistas. Os primeiros colonos tinham os sobrenomes Bethel, Sands e Knowles. Um local de interesse especial no lado norte é um velha paineira de 127 anos, onde muitas cerimônias públicas são realizadas.

savannah sound

Savannah Sound, uma cidade relativamente pequena, fica situada a 25 km a leste de Governor’s Harbour, entre Tarpum Bay e Palmetto Point. O nome vem da savana, que se estende por 5,5 km nos fundos da cidade, e baía atrás da savana. As fontes na savana abasteciam toda a cidade com água potável no passado, apesar da maioria dos lares terem tanque para água de chuva.
Savannah Sound foi povoada originalmente pelos Gibson, Culmers e Bullards. Esta cidade é conhecida pelo grande número de professores e músicos nascidos ali. Entre eles estão Timothy Gibson, professor e compositor, que compôs várias músicas sobre as Bahamas, incluindo nosso atual hino nacional –“March on Bahamaland”. Também costuma-se dizer que em todo ministério do governo do país há alguém descendente de Savannah Sound.
Os primeiros colonos ganhavam a vida com pesca e agricultura e várias ruínas dos grandes casarões coloniais nos lembram como era a cidade. Hoje, o turismo trouxe alguma prosperidade de volta à cidade, como fica evidente pelas novas casas, lojas e prédios na rua principal e nas novas ruas.

tarpum bay

A velha cidade pitoresca de Tarpum Bay fica situada entre Rock Sound e Savannah Sound. O nome original era Glenelg, em homenagem ao antigo secretário de Estado para as colônias. O nome mudou para Tarpum Bay devido ao peixe tarpão ser freqüentemente encontrado na praia.
Entre os colonos originais estavam os Bullards, que vieram de Savannah Sound, os Clumers e os Careys, que vieram da Irlanda. A cidade é um dos locais favoritos de artistas.

rock sound

A cidade de Rock Sound se chamava originalmente New Portsmouth. A certa altura foi chamada de Wreck Sound, devido aos naufrágios (wreck) de navios nos recifes. Muitos sentem que Rock Sound é bastante apropriado, devido à grande rocha (rock) localizada entre o oceano e o braço de mar (sound).

green castle

Green Castle já fez parte da área conhecida como Rattray Estate. Esta cidade, situada entre Rock Sound e Wemyss Bight, tirou seu nome do lar de Zaccheus Smith, que ficava situado de forma proeminente no topo da Bay Road. O prédio era grande, de cor verde, e para entrar nele era preciso subir degraus que começava na rua abaixo. Ele passou a ser chamado de “o castelo” devido à sua arquitetura colonial. A casa foi destruída pelo furacão David em 1979.
Smith era o juíz de paz, catequista da Igreja Anglicana, um proeminente empresário e era chamado afetuosamente de “governador” pela população desta área.

deep creek

Esta cidade se chamava originalmente Free Town e é a maior do sul. Foi uma das áreas onde os escravos libertados foram autorizados a cultivar a terra. Deep Creek recebeu seu nome da enseada estreita e profunda diante da cidade. Não há porto e quase todo mundo rema seus pequenos barcos para ir pescar.
Deep Creek é dividida em quatro partes: Delancy Town, Sweeting Town, Free Town e Thompson’s Town. A igreja anglicana fica em Delancy Town, a igreja batista em Sweetings Town, a escola em Free Town e igreja metodista em Thompson’s Town

cotton bay

Cotton Bay antes era chamada de “White Lands” (terras brancas), porque os moradores da área antes cultivavam na areia. O resort turístico, logo depois de Green Castle, foi desenvolvido por Arthur Vinding-Davis, que o comprou nos anos 40 de Juan Trippe, na época o presidente da Pan American Airways. Um campo de golfe de 18 buracos localizado ali foi projetado por Robert Trent Jones.
Trippe sentia que a população de Eleuthera era uma parte importante de seu atrativo. Ele criou o nome “Cotton Bay” para descrever o lar do que considerava o povo mais amistoso das Bahamas. Ele achava que as pessoas daqui “cottoned” (se davam bem) facilmente umas com as outras.

wemyss bight

Esta cidade fica situada entre Bannerman Town e Deep Creek. Seu nome veio do lorde Gordon Wemyss, um antigo proprietário de escravos da Escócia que se estabeleceu aqui no século 17. Há muitas “terras de plebeus” aqui, pois foram concedidas aos descendentes de seus escravos por seus antigos donos.
A casa de lorde Wemyss permanece em pé até hoje, nos fundos do Mount Olive Tabernacle, a Igreja da Assembléia de Deus. Seu túmulo, que também ficava localizado lá, foi aplanado. Uma marina de primeira classe pode ser encontrada em Davis Harbour, dentro da área de Wemyss Bight.

bannerman town

O nome desta pequena cidade veio do governador sir Alexander Bannerman. Ela tem uma bela praia de areia branca. As famílias mais associadas a Bannerman Town são os Finley, Butler, Mackey, Miller e McKenzie. Os Millers vieram de Long Island, os Butlers vieram de Rum Cay. Muitas destas pessoas vieram trabalhar na indústria de plantação e comércio de abacaxi.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se livre para deixar um comentário educado... O seu comentário poderá levar alguns minutos para ser exibido.