sábado, 16 de junho de 2012

Jogador que viu pai assassinar mãe na infância é esperança de classificação da Polônia


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
Jogador que viu pai assassinar mãe na infância é esperança de classificação da Polônia

Jakub Blaszczykowski foi o herói do empate da Polônia contra a Rússia, mas muito antes de anotar o gol que manteve viva esperança de classificação dos co-anfitriões da Euro-2012, o capitão polonês viveu uma tragédia pessoal ao testemunhar o pai assassinar a mãe quando tinha apenas dez anos de idade.

“Isso foi muito difícil para mim e ainda é. Depois passei a não me importar com nada. A vida perdeu o sentido e eu tive que retomar meu caminho novamente”, afirmou o meio campo do campeão alemão Borussia Dortmund, em entrevista a um jornal polonês antes do início da competição europeia.

Logo após viver a tragédia pessoal, em 1996, Blaszczykowski passou quatro dias sem sair da cama, até que foi ajudado pelo tio, um ex-jogador da seleção da Polônia, que o incentivou a retomar a pratica do futebol, enquanto o garoto se mudava de casa para viver com a avó.

O futebol, de certa forma, ajudou na recuperação do trauma em um garoto de apenas 11 anos de idade. Hoje Blaszczykowski é capaz de falar sobre o assunto, algo que ele não fazia anteriormente. “Eu nunca vou entender o que houve, e esta pergunta ‘por quê?’ vai ficar comigo até minha morte. Eu não sei se algum dia vou ter uma resposta, ou sequer se estou pronto para procurar por uma”.

O pai de Blaszczykowskifoi condenado a 15 anos de prisão e solto em 2011. Embora o jogador nunca tenha retomado contato com ele, o capitão da equipe polonesa foi ao seu funeral um mês antes do início da Eurocopa.

Neste sábado, Kuba é uma das principais esperanças de gol da Polônia na partida contra a República Tcheca, em jogo que definirá a classificação para a próxima fase. O meio-campo foi escolhido o melhor jogador do empate contra a Rússia, quando anotou o gol de empate em um belíssimo chute com a perna esquerda na entrada da área. No empate diante da Grécia, na estreia da equipe, ele deu a assistência para o gol de Lewandowski.


Após atos de violência e racismo, grupo A da Eurocopa define classificados Aliviado, Rodgson comemora 'ataque decisivo' em jogo antes da volta de Rooney Primeiro astro fora da Euro, Ibrahimovic define eliminação sueca como 'trágica'

“Com o apoio dos fãs que nós recebemos no jogo contra a Rússia, acho que nós podemos garantir uma classificação histórica para as oitavas de final”, afirmou o capitão depois da vitória sobre os rivais históricos da Rússia. A missão, entretanto, não é fácil, só uma vitória garantirá a Polônia na próxima fase da Euro-2012. (UOL)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se livre para deixar um comentário educado... O seu comentário poderá levar alguns minutos para ser exibido.