sexta-feira, 1 de junho de 2012

Adele diz que só lava os cabelos a cada dois meses


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil

Além da voz poderosa de Adele, outra característica da cantora que faz sucesso é o seu cabelo.



Sempre armado e muito bem arrumado, o penteado da cantora é bastante copiado nos salões. Mas o segredo da estrela para manter os fios assim é no mínimo inusitado.

Adele confessou que só lava o cabelo com xampu de dois em dois meses. Nos outros dias, ela só usa água para limpar as glamourosas madeixas.

A britânica fez a declaração em uma entrevista publicada antes dela alcançar a fama internacional que tem hoje, mas foi republicada pela US MAgazine.

As informações são do F5, site do jornal Folha de São Paulo. ( Folha Vitória)


Adele diz que estava "pronta para matar" ao gravar '21'
Adele creditou a ajuda do produtor Paul Epworth ao ajudá-la a transformar sua ira em hits

Adele contou em sua biografia que estava "pronta para matar" quando estava gravando o super sucesso 21. As informações são do site Gigwise.

No livro escrito por Caroline Sanderson, a cantora disse que estava furiosa depois de ter terminado com o namorado. O fim do relacionamento serviu de inspiração para a maioria das faixas do disco, principalmente Rolling in The Deep e Someone Like You.



Entretando, Adele creditou o produtor Paul Epworth por ajudá-la a transformar sua ira em hits. "Eu nunca fico irritada, mas estava pronta para matar (alguém). Eu cheguei chorando e disse: 'vamos escrever uma balada'. E ele falou: 'absolutamente não! Vamos escrever uma música feroz'", contou a cantora ao jornal The Independent.

Ela ainda continuou: "Quando fico brava consigo sentir meu sangue correndo pelo meu corpo. E eu dizia 'sinta a batida do meu coração, Paul'. E a batida da música era a do meu coração, isso foi crescendo e crescendo".

Se há alguém que parece não se incomodar em estar no topo é Adele. O maior fenômeno da música da atualidade, Adele Laurie Blue Adkins, de 23 anos, tem quebrado recordes atrás de recordes com seu segundo álbum, 21. Um dos mais recentes foi permanecer 20 semanas não-consecutivas no número um das paradas britânicas, superando nomes como Queen e Oasis.Outro grande mérito da cantora de soul foi ter seus dois discos, 19 e 21, simultaneamente no Top 5 das paradas britânicas. Tal façanha foi conseguida apenas pelos Beatles em 1963, com os discos Please Please Me e With The Beatles. A lista não para por aqui. Número um em 24 países, a cantora inglesa é um fenômeno que tem chocado por ser oposta aos últimos sucessos comerciais. Mas o que a faz tão diferente de todas as outras cantoras que surgiram nos últimos tempos, como Lady Gaga e Katy Perry? Analisando a fundo este fenômeno, o Terra selecionou 10 fatores que podem ter contribuído para tanto sucesso, além de frases, curiosidades e recordes de Adele.


Voz
A primeira grande chave para o sucesso de Adele é com certeza sua voz. Tecnicamente, sua extensão vocal é considerada Contralto – uma voz feminina mais grave e sombria que tem o alcance de Mi2 a Lá4 (mais duas oitavas). Nas óperas, esse tipo de voz era escolhida em papéis trágicos para vilãs, feiticeiras ou mulheres mais velhas.

Letras de separação
Aproveitando-se do tom triste de sua voz, Adele encontrou outra arma musical para a sua explosão comercial: composições sobre fim de relacionamentos. Tanto 19 quanto 21 foram baseados no fim do namoro da cantora. Os temas de suas letras são comuns a todos os seres humanos, fazendo muitas almas solitárias se identificarem com suas músicas; e chorarem muito ao som de Someone Like You.

Brit Awards
Se podemos pontuar a grande decolagem do fenômeno Adele, com certeza foi sua apresentação no Brit Awards, em 15 de fevereiro de 2011. No momento, a cantora já tinha conquistado reconhecimento no Reino Unido com 19, e 21 estava tranquilamente na primeira posição das paradas britânicas, mas o mercado norte-americano ainda era um sonho. Com a execução de Someone Like You acompanhado apenas por um piano para 16 mil almas caladas no 02 Arena de Londres, Adele virou instantaneamente o assunto na internet, alcançando em uma semana 5,5 milhões de visualizações no You Tube. Poucos dias mais tarde, a inglesa alcançava Lady Gaga - com Born This Way - na lista da Billboard e já no fim de fevereiro assumia o primeiro lugar nos Estados Unidos. Na Inglaterra, rumores contam que a estrela Adele nasceu no dia do Brit Awards.

Música de Balada
Outro fator que fez a cantora cair no gosto da massa foi os diversos remixes de Rolling in The Deep, tornando a canção uma das mais tocadas nas baladas de todo mundo. Entre os DJs que tocam Adele estão Fatboy Slim, David Guetta e Jamie XX, além de versões com Lil’ Wayne, Jay-Z e Linkin Park.

Fora dos Padrões de beleza
Em um mundo cada vez mais vidrado em magreza, Adele chama atenção por ser uma mulher admirada mesmo fora dos padrões de beleza estipulado pelas revistas de moda. Encaixando-se no perfil de “gordinha sexy”, a cantora conquistou muitos fãs do lado feminino por mostrar uma beleza não pautada apenas por ossos.

Legado Soul
O surgimento do fenômeno Adele está relacionado com o fim de outro fenômeno: Amy Winehouse. Com a morte da cantora, em 23 de julho 2011, e a cena soul londrina em alta no mundo inteiro, o legado de rainha do gênro passou quase que instantaneamente à Adele, desbancando nomes como Duffy e Rox. Em dezembro passado, 21 vendeu 3,1 milhões de cópia apenas no Reino Unido, passando Back To Black como o álbum mais vendido do século 21 no Império Britânico.

Cirurgia
Em outubro de 2011, Adele deu um susto no mercado fonográfico. A cantora cancelou todos seus compromissos do ano para se submeter uma cirurgia nas cordas vocais – deixando muitos apreensivos com o fim de sua carreira. Pouco antes do Natal, a cantora anunciou que já estava bem e foi vista fumando e bebendo, algo que os médicos reprovaram. O caso aumentou ainda mais a fama e a preocupação entorno de Adele.

Vida reservada
Mesmo tornando-se uma grande celebridade, Adele prefere manter sua vida reservada. Recentemente, a cantora se mostrou bem irritada com paparazzi que tiravam fotos dela com seu novo namorado, Simon Konechi. Na ocasião, Adele mostrou o dedo do meio para os fotógrafos.


Sua arte não esta à venda
Mesmo sendo um fenômeno pop, Adele não trata sua música como um objeto publicitário, e sim como arte. Além de não permitir o uso de qualquer de suas canções em comerciais, ela ficou extremamente brava com o lançamento de uma edição especial de 19, feita apenas para vender mais. “Isso depende de que tipo de artista você quer ser, mas eu não quero meu nome ligado à outra marca. Eu não quero ser contaminada ou mal-assombrada por isso”, disse Adele, que se faz presente em todas as reuniões de estratégia de marketing envolvendo seu nome.

Menos é mais
Resumidamente, Adele é um fenômeno musical por ter atingido em cheio o ponto onde “menos é mais”. Suas músicas são grandes hits por se basearem em arranjos simples, com uso de poucos instrumentos acústicos e nada de efeitos eletrônicos. Sua voz se sobressai nisso tudo, tornando suas canções reais, comparado com o abuso de samples eletrônicos e auto-tune de Ke$ha e Laduy Gaga. A cantora inglesa também evita grandes exageros em efeitos nos seus shows e em sua aparência. “Eu não quero estar na cara de todo mundo. Eu sou uma grande fã de música e eu fico realmente brava quando chega à esse ponto (exagerado)”, disse Adele a respeito. “É um incrível disco e todo mundo está chocado que ela é um fenômeno. Eu não estou. Você sabe por que aquele disco é grande? Porque é muito bom e real. Quando você tem um artista cantando algo real – e ela é incrivelmente talentosa – ele merece todos os prêmios que ganha. É um disco incrível”, disse Dave Ghrol, vocalista do Foo Fighters, sobre 21.

CURIOSIDADES

A mãe de Adele, Penny, engravidou quando tinha 18 anos, às vésperas de se matricular para a faculdade, mas desistiu dos estudos para ter a filha. “Ela nunca me lembra disso, mas eu sempre tento lembrá-la”, disse a cantora ao jornal The Guardian.

O primeiro show que assistiu foi The Cure, no Finsbury Park, em Londres, quando Adele ainda engatinhava.

Além de The Cure, Adele disse ser fã de Spice Girls, Korn, Slipknot, Jeff Buckley, Will Young e Etta James.

Adele se recusa a tocar em festivais como Glastonbury. “Eu não faço festivais. Só de pensar em um público tão grande já me assusta inteira. E eu não acho que a música funcionaria desse modo também. Elas são muito devagar”, explicou.

Tendo como fonte de inspiração de seus dois disco o fim do relacionamento com seu ex-namorado, Adele abandonaria a carreira para ficar com o amor da sua vida. “Eu não acho que vou me perdoar um dia por não ter feito meu relacionamento dar certo. Bem, eu ainda estaria cantando no chuveiro, claro, mas eu desistiria da minha carreira, amizades e hobbies. Eu deveria ter tentado mais”, disse a cantora à revista Out.


FRASES
“Eu não preciso sobressair, tem espaço para todos. Porém, eu ainda não construí um nicho ainda, estou apenas escrevendo músicas de amor”.


“Eu fico nervosa no palco e não paro de falar. Eu tento. Eu tento falar para o meu cérebro: pare de mandar palavras à minha boca. Mas eu fico nervosa e me transformo em minha avó. Por trás dos olhos é medo puro. Eu acho difícil de acreditar que serei capaz de entregar um bom show”.


“Eu gosto de me produzir, mas eu sempre prefiro conforto ao que está na moda fashion. Eu não acho mulheres magras atrativas; seja feliz e saudável. Eu nunca tive problemas com o modo como sou. Eu prefiro almoçar com meus amigos do que ir à academia”.


“As pessoas estão começando a falar sobre o meu peso, mas eu não vou mudar o meu número porque eles não gostam da minha aparência”.


“O foco na minha aparência tem realmente me surpreendido. Eu sempre usei tamanho 46-48 e não ligo para roupas. Eu prefiro gastar meu dinheiro em cigarros e bebida”


“Minha mãe adora que eu seja famosa! Ela está tão empolgada e orgulhosa porque ela me teve tão jovem e não podia me manter. Então, estou vivendo seu sonho, e é doce para nós duas”.


“Eu amo ouvir minha plateia respirando”.


“Eu sou como Johnny Cash. Só me visto de preto”


“Minha voz se foi recentemente. Isso nunca aconteceu antes, foi como fechar uma torneira. Eu tive que ficar nove dias em silêncio, com uma lousa no pescoço; como uma brincadeira de mimica, como uma criança malcriada no canto da classe”.


“Uma desilusão amorosa pode definitivamente te dar uma sensibilidade profunda ao escrever canções. Eu me baseei muito em desilusões quando escrevia meu primeiro disco. Eu não fiz por querer, isso apenas aconteceu”.

Em 2011 Adele entrou livro dos recordes, o Guinness, em três categorias:

- Ser a primeira mulher a ter dois discos e dois singles no TOP 5 das paradas britânicas. Tal façanha foi conseguida apenas pelos Beatles em 1963, com os discos Please Please Me e With The Beatles;

- 21 foi o primeiro disco britânico a alcançar mais 3 milhões de cópias vendidas em um ano;

- 21 emplacou 11 semanas consecutivas na posição número um das paradas britânicas - superando o recorde de Madonna, com The Immaculate Collection, de 1991.

Em contagens não consecutivas, 21 já passou 20 semanas no topo das paradas britânicas, superando nomes como Queen, Oasis, Morissette e Shania Twain.

Lançado em janeiro 2008, 19 foi o álbum que lançou Adele no mercado britânico. Gravado quando a cantora ainda tinha 19 anos, o disco alcançou o topo das paradas britânica já na sua estreia. Com o disco, a inglesa ganhou o Grammy de Melhor Nova Artista de 2009. Em 2011, Adele volta a explorar o fim de relacionamentos no álbum 21. Com hits como Rolling In The Deep, Someone Like You e Set Fire To The Rain, Adele conquista o mundo, tornando-se o maior fenômeno musical dos últimos anos. O disco quebra recordes atrás de recordes, como o de passar 17 semanas no topo das paradas da Billboard e vender mais de 3 milhões de cópias em um ano.Com tal façanha, Adele se torna a nova divã do soul.

Terra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se livre para deixar um comentário educado... O seu comentário poderá levar alguns minutos para ser exibido.