sábado, 28 de janeiro de 2012

Luan Santana se joga na galera, enfrenta apagão e assédio das fãs em Salvador


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
Luan Santana se joga na galera, enfrenta

apagão e assédio das fãs em Salvador

No ano passado, Luan saiu do palco antes de terminar o show no Festival de Verão



Pela segunda vez no Festival de Verão de Salvador, o cantor Luan Santana já subia ao palco com a missão de tirar a má impressão deixada na edição passada, quando abandonou o palco após passar mal durante a apresentação.

Não que deixar o festival em uma ambulância tenha sido culpa do cantor, mas o público baiano e o próprio Luan precisavam lavar a alma.

Era por volta da 1h50 quando o astro subiu ao palco com os versos de Adrenalina. Nem metade da música e o cantor já estava suando muito. Já nos primeiros acordes da segunda canção,Sinais, Luan mostrou que aquele show não seria assim tã normal. O queridinho do sertanejo jogou o violão que estava tocando para a plateia. Os fãs retribuiam com cartas, pelúcias e presentes jogados de volta a ele.

- É muito bom estar aqui pela segunda vez. Metade do meu coração já é baiano.

Apesar de todo o assédio e a loucura ao redor do local do palco principal na hora do show do Luan, a interação era maior do público próximo ao palco. Os demais estavam ali para ver só mais um show dentre os tantos outros distribuidos nos quatro outro espaços de shows.

No primeiro acorde de Amar Não É Pecado, Luan provocou uma grande gritaria. Ele brincou que não cantaria a música e explicou que a canção era muito triste.

- Sabe o que é, eu estou solteiro. Muito sozinho no mundo. Quando a gente está sozinho não quer ouvir estas músicas apaixonadas.

No meio da música, resolveu descer e andar no meio da galera. E não foi só na área delimitada pela grade. Luan caminhou até um espaço reservado para as câmeras que registravam o festival. No meio do caminho, além de ser apertado, agarrado e escoltado por seguranças, Luan chegou a perder o microfone.

Ao cantar Meteoro, Luan ainda se deparou com um imprevisto. Uma queda de luz, às 2h17 da madrugada, deixou o espaço inteiro, exceto camarotes, no escuro.

Luan explicou que o problema foi com o gerador que 'deu pau". Logo tratou de segurar a adrenalina do público.

- Já que está tudo escuro... ninguém é de ninguém!

Apesar da descontração, Luan ainda desabafou no meio do breu, relembrando as coincidências em relação ao evento.

- Da primeira vez, passei mal. Desta vez, falta luz. Mas não faz mal não, vocês são a própria luz.

Mostrando o domínio do palco e o carisma que o colocaram na posição de fenômeno do sertanejo, Luan sentou-se perto dos fãs e improvisou umas canções de seu repertório, acompanhado por dois músicos.

Seis minutos depois, com a força já restaurada, o cantor deu continuidade ao show com As Lembranças Vão na Mala.

E, se Ai Se Eu Te Pego é o hit do momento pelo mundo, Luan não ficou de fora e fez sua versão após receber um sutiã pink jogado no palco.

Depois de repetir Adrenalina ara uma gravação, o cantor fechou sua participação no Festival de Verão de Salvador com Vou Voar. E, desta vez, nada o impediu de completar o show.

A jornalista Paola Correa viajou a convite do evento.

R7

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se livre para deixar um comentário educado... O seu comentário poderá levar alguns minutos para ser exibido.