quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Homem quase morre ao cortar pênis para ser mulher; Saiba mais


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil

Andy Cass, atualmente conhecido como Kirsty Cass, vivia infeliz no seu corpo de homem e decidiu tomar uma medida radical e quase mortal: amputar o seu órgão sexual com uma faca. O caso sucedeu em West Sussex, na Inglaterra, há cerca de dois anos.

O que Kirsty não esperava era que fosse tão difícil conter a hemorragia causada pela amputação.

“Eu tinha lutado contra as questões de gênero desde que era criança e numa noite olhei para baixo e pensei 'isto não deveria estar aqui'. Peguei numa faca e comecei a mexer. A dor era inacreditável. Levou apenas alguns minutos antes de cortar. Peguei num lenço, tentei estancar o sangramento e liguei para a emergência. Depois disso acordei no hospital”, relatou ao ‘The Daily Mail’.

Por mais irônico que pareça, Kirsty só se pôde salvar porque os médicos conseguiram recolocar o pênis. “Os médicos explicaram que precisaram recolocar para que eu pudesse fazer uma cirurgia de verdade”, disse Kirsty.

Kirsty ainda conta que tentou o suicídio quando era jovem, pois desde sempre se sentia desconfortável. “No fundo sempre soube que queria ser uma mulher, mas precisei tentar fazer uma mudança de sexo para perceber isso”, confessa.

Antes do incidente, ela, que ainda era ele, ainda se vestia como homem, mas decidiu que a partir dali as coisas mudariam e passou a se vestir da forma que sempre quis.
Kirsty, que tem 49 anos e uma filha de 21, recebeu todo o apoio da família. “Eu comecei a viver como uma mulher em tempo integral depois disso. Minha grande preocupação era com os colegas de trabalho, mas todos levaram numa boa”.

Depois de toda essa maluquice de fazer justiça com as próprias mãos, ela foi encaminhada a um psiquiatra, que diagnosticou dismorfia de gênero (quando a pessoa tem certeza que está no corpo errado), passou a tomar um coquetel diário de comprimidos para suprir os hormônios masculinos e aguarda até poder fazer a cirurgia definitiva de troca de sexos. 

Correio da Manhã / Virgula

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se livre para deixar um comentário educado... O seu comentário poderá levar alguns minutos para ser exibido.