terça-feira, 6 de setembro de 2011

Detetive australiano é punido por sexo com amante em carro policial


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil

Detetive australiano é punido por sexo com amante em carro policial
Entre as punições, Stephen Buttel foi rebaixado de posição.
Casado, detetive manteve caso com amante durante 8 meses.


O detetive australiano Stephen Buttel, de 32 anos, foi punido com sanções disciplinares após ser acusado de fazer sexo com uma modelo na parte de trás do carro policial durante o trabalho, segundo o jornal australiano "Sunday Telegraph".

Stephen Buttel com sua mulher, Leigh, no dia do casamento. (Foto: Reprodução/Sunday Telegraph)

O encontro, que começou poucos meses depois de seu casamento com uma colega do mesmo departamento de polícia, durou oito meses e só terminou depois que a Justiça mandou ele se manter afastado da amante.

A jovem confirmou à polícia que manteve relações sexuais com o detetive, inclusive quando ele estava de plantão. Ela destacou que Buttel se recusou a terminar o relacionamento, apesar de ser casado e sua esposa estar grávida.

A modelo disse à polícia que, quando ela se recusou a vê-lo, ele começou a persegui-la e assediá-la.

Entre as punições, ele foi rebaixado de posição, perdendo seus direitos de detetive, o que irá resultar em uma redução significativa em seu salário.

Do G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se livre para deixar um comentário educado... O seu comentário poderá levar alguns minutos para ser exibido.