sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Casal é preso por sexo na frente de criança em via pública no PR


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
Casal é preso por praticar sexo na frente de criança em via pública no PR
Criança de 2 anos estava chorando e foi levada para o Conselho Tutelar. 
Casal foi preso na quinta-feira (22), em Mandirituba, no Paraná.

Um casal foi preso por praticar sexo em via pública na frente de uma criança de dois anos na manhã de quinta-feira (22), em Mandirituba, na Região Metropolitana de Curitiba. De acordo com a Polícia Civil, a Guarda Municipal recebeu uma denúncia de moradores que diziam ouvir uma criança chorando. Ao chegar no local, os policiais encontraram a criança abandonada e o casal praticando sexo.

ilustração
A dupla foi presa em flagrante e vai reponder pelo crime configurado no artigo 218A previsto no  Código Penal, que condena por praticar, na presença de alguém menor de 14 anos, ou induzí-lo a presenciar conjunção carnal ou ato libidinoso. A pena máxima para esse tipo de crime é de quatro anos. A criança é filha da mulher presa e foi encaminhada para o Conselho Tutelar.

"Posteriormente a mãe ainda poderá responder por abandono de incapaz, afinal, a maior preocupação dela deveria ser cuidar da filha. Além de ser um desrespeito, em uma situação dessas, a criança pode crescer com problemas psicológicos", disse o delegado Erik Wermelinger Busetti.



Casal é detido por praticar sexo no meio da rua em Rolândia, no PR
Casal foi denunciado por populares que passavam pelo local.
Homem de 43 anos e mulher de 37 vão responder por desacato e ato obsceno.

Um casal foi detido por praticar sexo oral no meio da rua em Rolândia, na região Norte do Paraná, por volta das 22h de segunda-feira (29). De acordo com a Polícia Militar (PM), o casal foi denunciado por populares que passavam pelo local e foi detido em flagrante.

O casal estava na rua Topázio em frente a uma residência do bairro Vila Oliveira.

"Quandos os policiais chegaram e pediram para que eles parassem com o ato obsceno, eles não obedeceram e continuaram. Quando chegaram ao quartel, continuaram com as carícias e xingavam os policiais. Estavam completamente exaltados e com sinais de embriaguez", contou a tenente Janine Luana Oliveira.

"Foi uma situação bem complicada, os policiais tiveram um trabalho grande pra conseguir separar os dois", finalizou a tenente.

O homem de 43 anos e a mulher de 37 foram encaminhados para a delegacia e vão responder um termo circustanciado por ato obsceno e desacato a autoridade.






Adriana Justi
Do G1 PR

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se livre para deixar um comentário educado... O seu comentário poderá levar alguns minutos para ser exibido.