segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Roberto Carlos manda mensagem para Ronaldo: 'Obrigado pelas emoções'


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
RIO - Em sua já tradicional entrevista coletiva no cruzeiro 'Emoções em alto mar', realizada no fim da tarde desta segunda-feira, no Píer Mauá, no Rio, Roberto Carlos anunciou que vai continuar explorando e até incrementar esse filão cultural-turístico. Em junho, deve inaugurar o projeto 'Roberto Carlos em Jerusalém', com o qual pretende levar três mil pessoas a Israel para uma semana de turismo nos lugares santos. A viagem teria como fecho um show no Sultan Pool, um anfiteatro com capacidade para cinco mil pessoas, onde já se apresentaram astros do pop como Sting e Bob Dylan.
Adeus, Fenômeno
Aproveitando a despedida de Ronaldo Nazário, o Fenômeno, dos gramados, em aposentadoria anunciada nesta segunda, ele mandou sua mensagem ao craque dos gramados: "obrigado ao Ronaldo por todas as emoções que deu ao povo brasileiro, os gols, as jogadas que sempre nos emocionaram. E toda alegria com que ele leva a vida. Para ele, tudo de bom e todas as alegrias do mundo". O astro foi o maior artilheiro da história das Copas do Mundo, com 15 gols marcados em três mundiais

A entrevista, que reuniu jornalistas de diversas partes do Brasil e também correspondentes estrangeiros, é aberta aos fãs, que lotaram o teatro do navio, com capacidade para cerca de mil espectadores. Esbanjando bom humor, Roberto enfrentrou perguntas sobre a idade - ele completará 70 anos em abrill -, os boatos de um novo amor, o fim da carreira do jogador Ronaldo, o desfile em sua homenagem que a Beija-Flor fará neste carnaval, o disco de canções inéditas e ainda assuntos mais espinhosos, como a questão da mudança na Lei do Direito Autoral e a possibilidade da liberação da biografia escrita por Paulo César Araújo, retirada de circulação por pedido do cantor.

- Não mudarei a minha posição, continuo contra esse livro - disse Roberto, que, na questão do direito autoral, também se declarou contra o projeto de mudança estudado durante a gestão de Gilberto Gil e Juca Ferreira no Ministério da Cultura.

- Temos que ter muito cuidado com as alterações da Lei. Como autor, penso que devemos continuar tendo o direito total sobre nossa obra.

Sobre a idade, Roberto disse que não se sente com 60 anos, muito menos com os 70 que completará em abril, admitindo que faz de tudo para evitar a velhice. Velhice que, aliás, é um dos três grandes medos que ele teria na vida: "Calvície, velhice e...", respondeu, deixando o terceiro em suspenso, para o riso dos jornalistas e dos fãs.

Apesar da insistência da imprensa, negou qualquer envolvimento com a jovem cantora Paula Fernandes, que participou de seu especial de fim de ano, gravado na Praia de Copacabana:

- Ela foi escolhida unicamente por seu talento, após a bela participação no show 'Emoções sertanejas' - disse Roberto, que também negou ter um tipo feminino ideal.

- Já conheci mulheres de 20 anos, e meninas de 50!

Roberto assegura que continua trabalhando num disco com repertório inédito - 'Se Dody não me aparecer com outra novidade' -, e já teria canções suficientes para dois discos, algumas em parceria com o amigo de sempre, Erasmo Carlos, e outras sozinho. Nesse disco, o romantismo vai prevalecer, mas com ritmos variados, a partir do que ele escuta no rádio:

- Gosto de ouvir os sucessos, saber o que está dando certo para também tentar fazer - revelou.

No fim, perguntado sobre qual a mensagem que enviaria para Ronaldo Fenômeno, que anunciou a sua aposentadoria nesta segunda-feira, Roberto agradeceu:

- Obrigado pelas emoções que Ronaldo nos proporcionou, pelos gols e pelas jogadas maravilhosas. E que seja feliz em sua vida.

 Antonio Carlos Miguel - O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se livre para deixar um comentário educado... O seu comentário poderá levar alguns minutos para ser exibido.