sexta-feira, 30 de abril de 2010

Geisy lança coleção e coloca mãe e sobrinhas para desfilar. Veja as peças!


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil

 ( - Ego)

foto: Ego
Geisy Arruda exibe as curvas no lançamento de sua grife em São Paulo
Geisy Arruda exibe as curvas no lançamento de sua grife em São Paulo


Quem foi ao lançamento da grife de Geisy Arruda esperando mulheres magras e altas desfilando encontrou algo bem diferente no coquetel oferecido pela estudante na noite desta quinta-feira, 29, em São Paulo.

Já acostumada a causar polêmica, Geisy resolveu surpreender mais uma vez e colocou toda a família para desfilar trajando vestidos rosa. "Seria muito fácil fazer um desfile com várias mulheres magrelas, mas não é isso que eu quero", discursou a loira cercada pela mãe, sobrinhas e primas. "Quero vestir essas mulheres brasileiras", completou.

Os convidados se surpreenderam ao ver as mulheres da família da estudante entrando pelo salão do Hotel Cambridge. E era exatamente isso que ela queria. "O que eu quero é não fazer o que as pessoas esperam que eu faça. Para fugir do que a sociedade impõe", falou.

Veja os destaques do canal Divirta-se

Apesar da expressão fechada e cara de poucos amigos, Maria de Fátima, mãe de Geisy, contou que aceitou o convite da filha para o desfile logo de cara. "Dou o maior apoio. Para dar força pra ela eu faço tudo", disse.

Sobre o episódio da Uniban, que deixou a filha famosa, dona Maria de Fátima revelou que ficou arrasada, mas que tinha certeza que a filha superaria o trauma. "Fiquei muito abalada. Sofri muito com a minha filha. Mas sempre falei pra ela que ela daria a volta por cima."

Leia mais notícias de Famosos

E a volta por cima veio em forma de seis modelos de vestidos que estarão disponíveis para venda na próxima segunda-feira, 3. "Primeiro estarão disponíveis no meu site. Depois, em pontos da cidade, como o Bom Retiro e a 25 de Março", explicou Geisy.
foto: Ego

Geisy Arruda colocou toda a família para desfilar trajando vestidos rosa

Geisy Arruda colocou toda a família para desfilar trajando vestidos rosa

Luan Santana da “carteirada” e coloca integrantes do “Pânico na TV” para dentro de festa


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
O cantor Luan Santana teve que dar uma “carteirada” na entrada do Clube A, em São Paulo, para colocar os integrantes do “Pânico na TV” para dentro de festa beneficente, na noite de terça-feira (27).

Segundo a coluna “Olá!”, do jornal “Agora São Paulo, a equipe do “Pânico” saiu da boate acompanhada de Luan Santana para fazer uma reportagem e foi impedida de voltar para a festa.

Para sorte do “Pânico”, Luan Santana usou seu prestígio e disse que se os humoristas não entrassem, ele não iria fazer o show, já que era a atração mais esperada da noite. Após a “carteirada” do cantor, todo mundo foi colocado para dentro.

www.abril.com.br/blog/chiado

quinta-feira, 29 de abril de 2010

Garotos aderem ao corte Justin Bieber em SP


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
Aos 16 anos, cantor o canadense acumula fãs no Brasil.
G1 acompanha passo a passo da criação do penteado.


Impossível negar que Justin Bieber é sucesso no mundo e no Brasil. Aos 16 anos, o cantor canadense vem acumulando recordes de venda dos seus álbuns. No início de abril, o clipe "One Time", um dos mais acessados, tinha mais de 66 milhões de visualizações apenas na sua página oficial no YouTube. Fora os incontáveis fãs do Twitter. E se as meninas querem estar perto do astro, os garotos imitam o penteado dele.
Em São Paulo, não é difícil encontrar jovens com o cabelinho todo para frente e a franja caindo na altura dos olhos, levemente jogada para o lado. Bem ao estilo Bieber.
O estudante Felipe Parente Pedroso, de 15 anos, é um dos que admitem ter adotado o corte do ídolo. “Foi inspirado nele, gosto desse estilo”. Já o colega de escola Daniel Pavel, de 17 anos, nega. “Eu já usava havia um tempo. Ele que está me imitando”, provoca o jovem, sobre Justin Bieber.
Pedro Paiva Martini, de 12 anos, é outro que é fã assumido do cantor. “Eu gosto dele. Ouço as músicas, sigo no Twitter”, comenta. Nesta quarta-feira (28), ele foi ao salão para cortar o cabelo, na Granja Viana, em Cotia, Grande São Paulo. O objetivo era ficar o mais parecido possível com o ídolo e com seus amigos de escola. O G1 acompanhou passo a passo o trabalho feito por Silvana Recoaro, de 40 anos (veja o vídeo acima).
Para não errar o corte, Silvana e Pedro conferem na internet os visuais de Bieber e fecham os últimos detalhes. A profissional explica que é preciso estar muito “antenada” às tendências da moda e revela que cresceu o número de pedidos para o penteado “à la Justin Bieber” no salão. “Tem vindo muito garoto de toda a faixa etária querendo fazer esse corte. De 5 a 17 anos. Acho que existe um mistério por trás da franja. As meninas gostam”.
Depois de lavar o cabelo de Pedro, é hora de a cabeleireira começar com as tesouradas. Ela pergunta ao menino para que lado ele quer que franja caia. “Para a direita”, responde o cliente. A cabeleireira mede o comprimento da nuca, vê a altura do cabelo perto das orelhas, mede o tamanho da franja.
Tímido, Pedro acompanha tudo sem dar muitos palpites. Para dar “leveza” ao corte, Silvana desfia as mechas. E dá uma dica. “Quem tem bastante cabelo tem que desfiar para baixar o volume”, ensina ela. Aos poucos, o garoto vai ficando com o visual parecido com o de Justin Bieber, considerado o mais novo fenômeno teen do momento.
A cabeleireira usa o secador para jogar o cabelo para frente. Por fim, cera para modelar os fios. O próprio Pedro dá o toque final. Mexe na franja, joga ela para o lado. “Eu acho que o corte ficou muito legal”, afirma o menino, que espera fazer sucesso e, quem sabe, arrumar uma namorada. “Tomara, né?!”, brinca, com um sorriso tímido.
Do G1

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Campeão olímpico atribui doping a droga para aumentar pênis


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil

Atual campeão olímpico e mundial dos 400 metros, LaShawn Merrit testou positivo para um esteróide anabolizante em três análises consecutivas entre outubro de 2009 e janeiro de 2010. O atleta teria ingerido a substância no momento em que usou o ExtenZe, produto que promete aumentar o tamanho do pênis.
"Ele aceitou uma suspensão provisória como resultado de um teste positivo provocado pelo uso de um produto sem prescrição médica destinado a aumentar o tamanho do pênis", declarou Howard Jacobs, advogado do atleta, que pode pegar uma pena de dois anos.
Como aceitou a suspensão provisória, Merrit não deve voltar a competir até que o caso seja solucionado. Através de um comunicado oficial divulgado por seu advogado, o atleta norte-americano tentou pedir desculpas e se disse profundamente envergonhado.
"Espero que meus patrocinadores, minha família, meus amigos e o esporte em si possam esquecer que cometi um erro estúpido, imaturo e egoísta. Qualquer punição que eu receba não ocultará a humilhação que sinto", declarou o atual campeão olímpico e mundial.
Já Doug Logan, presidente da Federação de Atletismo dos Estados Unidos, condenou o competidor. "Os esportistas são responsáveis pelo que entra no seu corpo. É um estigma com o qual ele vai conviver por toda a sua carreira", declarou o dirigente.
As três análises serão consideradas como um único teste positivo. O atleta norte-americano aceitou a suspensão preventiva no começo de abril, antes mesmo do final da investigação do caso. Desta forma, caso seja punido, a contagem de uma eventual pena será iniciada a partir desta data.

TV comete gafe e mostra garoto se masturbando ao vivo. Veja


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
Uma cena curiosa aconteceu durante a transmissão de um programa da emissora alemã "N-TV". Durante um vídeo-chat ao vivo, a imagem de um jovem se masturbando acabou indo ao ar (assista).

Em seguida, a cena foi cortada, mas os apresentadores pareciam visivelmente constrangidos com o incidente, segundo o jornal alemão "Bild".



i
Imagem de jovem se masturbando acabou indo ao ar. (Foto: Reprodução/Bild)

Justin Bieber chama as estrelas da Disney de cafonas


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil

'Não fui pela linha da Disney. Não fui pro brega, fui cool e na minha', disse o astro teen.
 
Quem é cool o suficiente para Justin Bieber? As estrelas da Disney não são, segundo o próprio Bieber.

Em entrevista, o astro teen diz ter tomado um caminho diferente de Miley Cyrus, atores do "High School Musical" e companhia.

"Ter Ludacris e Lil Wayne (rappers que ajudaram na carreira de Bieber) me deu notoriedade - foi legal. Acho que é por que não fui pela linha da Disney. Não fui pro brega, fui cool e na minha", declarou.
                 Justin Bieber
Justin Bieber
 
 
 
A histeria adolescente em torno de Justin Bieber levou ao cancelamento de uma apresentação do cantor canadense de 16 anos que aconteceria nesta segunda-feira, em Sydney, na Austrália. Dez pessoas ficaram feridas na confusão.

Cerca de 4 mil pessoas, na maioria adolescentes, aguardavam uma pequena apresentação pública e gratuita de Bieber para um programa de televisão australiano, quando a polícia local decidiu cancelar o show - que teria apenas três canções - por razões de segurança, após um empurra-empurra ter quebrado uma barreira em frente ao palco, esmagando as garotas que estavam mais na frente. A notícia gerou um tumulto que deixou dez pessoas feridas.

A polícia de New South Wales lançou um comunicado explicando o ocorrido: "Os policiais estavam preocupados pelo fato de que 4 mil pessoas exaltadas já estavam esperando pela apresentação e ainda era esperada a chegada de mais pessoas até a hora do evento. As pessoas retiradas do local até o momento sofreram apenas pequenos ferimentos e já foram tratadas e liberadas".

Bieber, que chegou a apresentar dentro do estúdio de TV uma música para o programa, pediu desculpas aos fãs que esperaram para vê-lo em Sydney:

"Sinto muito que tenha saído de controle. Não queremos que ninguém se machuque. Às vezes fica uma loucura".

Em sua página no Twitter, o cantor do hit "Baby" escreveu: "Amo meus fãs. Adoro a Austrália.e eu quero cantar. QUERO DEIXAR CLARO. EU NÃO CANCELEI. ACORDEI ESTA MANHÃ COM A POLÍCIA CANCELANDO O SHOW POR MEDIDA DE SEGURANÇA. Amo meus fãs. E estou desapontado como todo mundo com a notícia desta manhã. Quero cantar para meus fãs".

Essa não foi a primeira vez que a histeria em torno de Justin Bieber gerou confusão. Em novembro de 2009, um tumulto foi gerado em um shopping de Long Island, nos Estados Unidos, enquanto fãs esperavam por uma aparição do cantor para promover seu disco, "My World". O empresário do cantor, Scott Braun, chegou a ser detido e está respondendo a um processo por não ter mandado uma mensagem pelo Twitter para dispersar a multidão que se aglomerava no local.

 
Nova Zelândia prepara esquema de segurança para receber Justin Bieber
 
Depois de todo o furor causado por Justin Bieber na Austrália, as autoridades da Nova Zelândia preparou um esquema de segurança especial para receber o ídolo teen. Segundo o site "Popeater", a polícia do país colocou segurança extra no aeroporto em que ele vai chegar e também aumentou o policiamento nas ruas, para evitar maiores transtorno.

A preocupação da polícia tem um bom motivo. Segundo o jornal "New Zealand Herald", 500 garotas histéricas esperavam no aeroporto de Auckland quando o cantor desembarcou por lá na tarde desta terça (27). Bieber ficará no país por apenas um dia e fará um único show.

Antes de ir para lá, o cantor esteve na Austrália, onde seu show foi cancelado após algumas garotas se ferirem.
 
FONTE: BLOGOFONICO

Marcelo Adnet canta hino do Botafogo em inglês imitando Joel Santana


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
Humorista faz música de improviso para homenagear seu time de coração e o técnico campeão carioca.

terça-feira, 27 de abril de 2010

Kayky Brito diz que fim do casamento da irmã Stephany Brito com Pato não abala sua amizade


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
Kayky Brito não tomou partido no final conturbado do casamento de sua irmã, a atriz Stephany Brito, com o jogador Alexandre Pato. Ao contrário, ele faz questão de preservar a amizade com o jogador.

Kayky Brito diz que sua amizade com Pato não será abalada - Foto: TV Globo/Divulgação

Kayky Brito não tomou partido no final conturbado do casamento de sua irmã, a atriz Stephany Brito, com o jogador Alexandre Pato. Ao contrário, ele faz questão de preservar a amizade com o jogador.

“Eu não gosto de me envolver nem falar sobre a vida da minha irmã. Mas a minha amizade com o Pato é anterior a tudo isso. Nossa relação não mudou em nada, Nós sempre nos demos bem, sempre fomos muito amigos e vamos continuar da mesma forma entre nós dois”, garantiu Kayky em conversa com O Fuxico.

O ator – que está no elenco de Passione, que substituirá Viver a Vida, na Globo – não poderá viajar para a África do Sul, para acompanhar os jogos da Copa do Mundo. Porém, ele torce para que o ex-cunhado Pato seja escalado para a Seleção.

“Ele manda bem e torço para que possa estar na Seleção!”

Fonte: OFuxico

Mulher de Kaká descarta fechar Twitter após pedido do meia


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil

Kaká teria reprovado comentários da esposa na rede de microblogs
Foto: Reprodução

Carolina Celico, mulher do meia Kaká, descartou nesta terça-feira que possa fechar sua conta no Twitter. A possibilidade havia surgido horas antes, após treino do Real Madrid, no qual Kaká teria comentado sobre os problemas que os comentários da mulher estariam causando na rede de microblogs.

"Gente, não vou deixar ele deletar minha conta, não! Vamos fazer uma campanha", postou Carolina, iniciando a "campanha" com a hashtag #caceliconotwitter. Publicada por volta das 16h (de Brasília), a empreitada tem poucos adeptos até agora.
Não é a primeira vez que a mulher do jogador se envolve em mal-entendidos no Twitter. Após a eliminação do Real Madrid diante do Lyon na Liga dos Campeões, em partida no Estádio Santiago Bernabéu, ela "retuitou" a mensagem de Diogo Kotscho, assessor do meia, que fazia duras críticas ao técnico do clube espanhol, o chileno Manuel Pellegrini.

"Treinador covarde troca sempre um jogador para tentar desviar o foco da sua própria incompetência", disse Kotscho, em mensagem passada à frente por Carolina. Posteriormente, Kotscho se envolveu em um desentendimento com a assessoria de imprensa da Portuguesa via internet, e acabou cancelando sua conta na rede de microblogs.

Kaká, por sua vez, tem atualizado seu Twitter com pouca frequência, mas discordou da mensagem do assessor e da mulher. "Essa era sua opinião, mas não a minha", disse o jogador, segundo a imprensa espanhola, nesta terça. "Já solucionei tanto com o clube quanto com o treinador, e não quero criar nenhum problema", completou.

Terra

Mulher sai de férias e volta casada com mendigo‎


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
Já imaginou sair de férias para espairecer e retornar casada com um... mendigo? Foi o que aconteceu há sete anos com a professora universitária Joanne St Clair, hoje com 30 anos, de Lancashire, na Inglaterra.

Clair saiu de férias para os Estados Unidos, mais especificamente em Los Angeles, e esbarrou com Daniel Orlick na entrada de uma pousada em Venice Beach.


Joanne St Clair se casou com Daniel Orlick, que vivia como mendigo na época, nove dias após conhecê-lo 


Nove dias depois eles se casaram em um tribunal de Los Angeles. Eles inovaram até na hora de escolher a aliança: uma tatuagem nos dedos anelares.

"Se isso tivesse acontecido com outra pessoa eu teria rido e dito 'não sejam tão estúpidos'", comentou Joanne ao tabloide The Mirror. Segundo ela, a primeira abordagem foi de Daniel ao perguntar algo sobre o desenho Os Simpsons. "Disse que não assistia e ele foi rude comigo", comentou. A partir daí nasceu uma discussão e então o rapaz pediu para tocar uma música sua.

Daniel, na época com 24, comentou que ele vivia como um sem-teto há sete meses depois de chegar em LA para tentar a carreira de músico. Hoje eles moram na Inglaterra e são donos de um estúdio independente. Ela, além de professora, é também empresária do marido.
virgula.uol.com.br/

segunda-feira, 26 de abril de 2010

Usher compara Justin Bieber aos Beatles e aposta alto no cantor teen


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
O cantor Usher está apostando alto no seu protegido, o adolescente Justin Bieber. O cantor de R&B chegou a comparar Bieber com os Beatles.

"Você ainda não viu o melhor dele. Ele é uma loucura do pop assim como os Beatles. Eles começaram como puros artistas do pop e olha só o que viraram com o passar dos anos", disse Usher em entrevista publicada no site WENN.

"Justin me lembra de como eu era nessa idade, só que ele é um músico muito mais talentoso do que eu era. Ele aprendeu sozinho a tocar piano e violão", comentou.

Usher também começou a carreira na adolescência, e prevê sucesso no futuro de Justin: "Os fãs crescerão junto com ele. Eu comecei quando era adolescente. Hoje, 45 milhões de álbums depois...", comparou o artista.

www.cifraclubnews.com.br

Fãs de Luan Santana se revoltam com comentário de Bruno Mazzeo na web


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
O humorista Bruno Mazzeo experimentou a fúria das fãs adolescentes pelo twitter depois de um comentário que fez sobre os olhos do cantor sul-mato-grossense Luan Santana, de 19 anos.

Tudo começou na noite do último domingo, (18) com o seguinte post de Mazzeo: "Luan Santana. A versão vesga do Wagner Moura.".

Algumas fãs mais radicais de Luan receberam a frase de Mazzeo como um insulto, e assim começou a enxurrada de posts furiosos que vão desde um simples "cala a boca seu mala" até os palavrões mais escabrosos.

Mazzeo parece ter se divertido com a situação e ainda citou em seu microblog os insultos mais peculiares, geralmente com erros crassos de ortografia e gramática.

O humorista postou inclusive uma foto irônica dele próprio com os olhos cruzados buscando palavras no dicionário.

A revolta das fãs de Luan pelo twitter ainda está rendendo. Num de seus últimos comentários, Bruno Mazzeo citou até os Beatles ao falar sobre a reação das pessoas no twitter:

"Sorte do John Lennon que ainda não existia Twitter quando ele disse que os Beatles eram mais populares que Jesus Cristo.", escreveu o humorista.
cifraclubnews.com.br

Por que as pessoas têm ciúmes?


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
Tanto homens como mulheres desenvolveram o ciúme como estratégia evolutiva. Os homens ciumentos que descobriam a traição “não perdiam tempo e energia criando o DNA de outro homem”, afirma a antropóloga americana Helen Fisher, autora do livro Por Que Amamos. “As mulheres têm probabilidade maior que os homens de fazer vista grossa para as ‘ficadas’ do parceiro com uma rival”, diz Helen. Mas deixe ela achar que ele está formando um vínculo emocional e gastando atenção e dinheiro com outra: “Ela pode se tornar extremamente ciumenta”. Mais uma vez, tal comportamento tem raízes evolutivas. Hoje não funciona mais assim em boa parte dos relacionamentos, mas por milhões de anos as mulheres precisaram dos homens para criar os filhos. Por isso desenvolveram mecanismos cerebrais para se tornar muito possessivas quando o parceiro ameaça abandoná-las.  ( autor: Jones Rossi, Fonte: colunas.galileu.globo.com)


Você é ciumento(a)?
Existe muito folclore a respeito do ciúme: dizem que é o tempero do amor, que é sinal de amor, que quem ama sente ciúme.

Se é verdade que é o tempero do amor, nem todos gostam de comida muito temperada, e se ele é excessivo pode acabar tirando o gosto do prato que se come. Viver sob o jugo de um ciumento de carteirinha pode ser uma tortura diária, que deixa a pessoa traumatizada porque está sempre se policiando para não dizer ‘a palavra errada’.

Quem vive com um ciumento acaba agindo como se tivesse cometido um crime e tentasse ocultá-lo, pois nunca se sabe que palavras ou atitudes provocarão a próxima (desagradável) cena de ciúme.

O ciúme deturpa os sentidos e faz com que o ciumento enxergue tudo através dele, que passa a ser uma potente lente de aumento: um telefonema pode tornar-se sinal evidente de traição; uma negativa de sexo pode virar sinal inequívoco de traição, e por aí vai…

A pessoa ciumenta quando tem uma crise fica como o bêbado: completamente irreconhecível. A exemplo do álcool, o ciúme costuma controlar a mente de quem o sente e quando em excesso vê o que não existe e cria ‘bichos’ que depois não consegue combater. Sob a influência do ciúme um marido bondoso e carinhoso vira um carrasco cruel. A instabilidade emocional de uma das partes do casal provoca um desequilíbrio e uma sensação de insegurança (que pode ser inclusive real) na outra parte. Se há amor, ele acaba sendo sufocado pelo instinto de sobrevivência e o que o ciumento mais teme em seus delírios paranóicos acontece: perde a pessoa amada.

Mas o ciumento ama de verdade? Será que amar é isso? Será que amar é querer possuir o outro a qualquer custo? Acho que ciúme não é sinal de amor, e se for excessivo é sinal de doença, e como em todo caso de doença, se o ciumento quer mesmo conservar o outro a seu lado precisa urgentemente consultar um psicólogo, antes que vá longe demais em um de seus ataques e faça alguma coisa que depois não consiga mais reparar. (zailda.wordpress.com)

domingo, 25 de abril de 2010

Fotos de Justin Bieber na praia de PALM BEACH Austrália


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
Confira fotos de justin bieber na praia de PALM BEACH Austrália :
Justin Bieber foi flagrado na praia de Palm Beachem Sydney, na Austrália, se divertindo com seus amigos. Agora, foram divulgadas mais fotos pelo Ocean Up de Bieber indo embora do local, confira









Marido descontrolado provoca acidente com seis mortes


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
SÃO PAULO - Uma briga de casal terminou em tragédia na região de Campinas, em São Paulo. Depois de tentar matar a mulher e disparar sete tiros, um homem pegou o carro e saiu descontrolado pelas ruas. Na rodovia que liga São Pedro a Santa Maria da Serra, o carro que ele dirigia bateu de frente com um caminhão. No total, seis pessoas morreram.

Uma Parati que seguia atrás do caminhão, com seis pessoas, não conseguiu desviar do acidente e capotou. Cinco das seis pessoas que estavam na Parati morreram - um homem, duas mulheres e duas crianças. O marido descontrolado também morreu na hora. Uma criança que também estava na Parati foi levada em estado grave para o Hospital dos Fornecedores de Cana.

O Globo

De olho na imagem, ex-BBB Cadu cobre os músculos


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
Cadu, do “BBB10”, não quer ser mais um corpinho na mídia. Ao contrário do que acontece com todos os participantes do programa, ele não posou para o site “Paparazzo”. E fotos sem camisa também estão vetadas. (Retratos da Vida)

Dunga chama polícia para afastar humoristas


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
Dunga chamou a polícia para dois humoristas que estavam em frente à sua casa na noite deste sábado, pedindo a convocação do atacante Neymar. De acordo com informações da 6ª Delegacia de Porto Alegre, o treinador entrou em contato e registrou boletim de ocorrência no local. Nenhum policial ou viatura apareceu durante a exibição do quadro, que ocorria ao vivo de Porto Alegre.

Os atores do programa Legendários, da Rede Record, levaram ao Rio Grande do Sul um cartaz com a foto do jogador do Santos vestindo o uniforme da Seleção Brasileira. Eles tentaram contato com o treinador, tocando o interfone de sua casa, mas não obtiveram resposta.

Marcelo Marrom, que interpreta o super-herói Super Tição, e Nestor Bertolino Neto, seu assistente, "atendiam o pedido" de jogadores do Santos, que querem a presença do companheiro na Copa do Mundo. Entre eles, Edu Dracena, Marquinhos e o próprio Neymar.

No Twitter, o apresentador do programa, Marcos Mion, comentou o caso. "Balanço geral dos nossos links: os dois deram confusão! Arruda soltou os capangas no Felipe Solari e Dunga chamou a polícia para o Marcelo Marrom", afirmou, citando a também mal-sucedida tentativa de contato com o ex-governador do Distrito Federal. Já Marcelo Marrom disse: "eu entrei ao vivo. Foi tenso e divertido". (Terra)

Guilherme Arantes diz que Dourado é um 'nazista homofóbico'


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil

O cantor Guilherme Arantes, 56 anos, disse estar preocupado com a possibilidade de o capitalismo utilizar métodos vindos do fascismo para vender cultura de massa. À coluna da jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, ele criticou a última edição do programa.
'Como é que um nazista homofóbico (Marcelo Dourado] vence o 'Big Brother'? Que sociedade é essa? As raízes de um holocausto permanecem latentes', disse o cantor ao repórter Marcus Preto.

Cantor torcia por Dicesar
Arantes dise que torcia pela vitória de Dicesar, mas que o grande vencedor da edição foi mesmo Serginho. 'É o único que vai trilhar carreira de artista. É uma figura talentosa, amorosa, carinhosa, querida', disse.
Arantes também comentou as críticas que sua carreira recebia. 'Fui crucificado nos anos 80 por ser doce e ter raiz romântica. Rasgava o peito e me chamavam de brega. Mas o mundo precisa dos angustiados. A nova geração traz de volta a doçura perdida na cocaína dos anos 80. Eu ia ver os Titãs e só tinha homem de preto gritando 'ô, ô, ô, ô'. Pensava: 'Que é isso? Hitler venceu?'.'.

Redação CORREIO | Foto: Evandro Veiga/CORREIO

Fãs cantam e recitam "poesia" com Kiko e Sr. Barriga


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil



São Paulo - Fãs do humorístico Chaves e Chapolin deram uma verdadeira prova de amor à série, ontem, em São Paulo, durante o 2º Festival da Boa Vizinhança. Mais de 5 mil pessoas suportaram o calor intenso, a demora na apresentação das atrações e a dificuldade para ver e ouvir o que acontecia no palco e permaneceram fielmente no evento para saudar os atores mexicanos Carlos Villagrán (Kiko) e Edgar Vivar (sr. Barriga), que vieram para o Brasil especialmente para o evento.

Quem ouviu apenas o barulho originado no galpão do Mart Center, na zona norte da capital paulista, sem saber qual era a programação do local, poderia facilmente confundir o evento com uma partida de futebol ou um concerto musical. Quando Edgar Vivar finalmente subiu no palco, seis horas após o início oficial do evento, os fãs vibraram como um gol do Brasil em final de Copa do Mundo.

Vivar apareceu com o terno tradicional de seu personagem, o sr. Barriga, e soltou logo um de seus bordões mais conhecidos do episódio: "É a primeira vez que chego aqui sem o Chaves me dar uma pancada." Mas o ponto alto de sua apresentação foi quando começou a cantar a "Tchuin-Tchuin-Tchunclain" música-tema do episódio em que o elenco parodia o conto da "Branca de Neve e os Sete Anões". Nessa hora, o público cantou com Vivar como se fosse o refrão de um hit tocado nas rádios (www.youtube.com/watch?v=GtUWmKOCBGs).

Muito mais performática foi a apresentação de Carlos Villagrán, que subiu ao palco duas vezes. Primeiro, apareceu "à paisana", sem o terninho de marinheiro do seu personagem, e só depois se apresentou caracterizado. Ele não interrompeu a performance por um momento sequer. O tempo todo inflava as bochechas e entortava as pernas, em gestos inconfundíveis do Kiko.

Villagrán também compartilhou o palco com seu dublador no Brasil, Nelson Machado, com quem interpretou "Mamãe Querida", um dos trechos mais memoráveis de episódios da série, quando a turma do Chaves realiza o Festival da Boa Vizinhança (que dá nome ao evento em São Paulo). Mais uma vez, os fãs mostraram guardar as falas do episódio na ponta da língua e recitarem a uma só voz: "Mamãe querida, meu coração por ti bate, como caroço de abacate" (www.youtube.com/watch?v=S6-gFyRDNAs).

Organização

Apesar da satisfação em ver seus ídolos, o público reclamou da organização do evento. "Estou aqui há quatro horas e até agora só vi uma apresentação com os dubladores. E mal deu para entender o que eles falavam porque o som estava muito ruim", disse Leandro Rodrigues, de 20 anos.

Jô Macedo, também de 20 anos, concordou com as críticas. "Está muito calor e o festival, tecnicamente, é ruim", disse. "Mas vale a pena pelo clima dos fãs e por ver tanta gente com um interesse comum", completou. Outro fã, João Kocis, de 24, também aguardava os dois atores em meio ao aperto, mas disse que estava disposto a esperar o quanto fosse preciso ali.

Antes de subir ao palco, Cecília Lemes, dubladora da personagem Chiquinha, comentou que a presença em massa dos fãs é frequente nos encontros sobre a série. "É lindo. Eu também me emociono com as apresentações", disse Cecília, que se classificou com fã do humorístico e dos encontros.

Para Felipe Araújo, da diretoria do Fã-Clube e um dos organizadores do evento, o resultado final foi positivo. "Houve histeria dos fãs pelos atores como se fosse a Madonna no palco, e até um princípio de empurra-empurra, mas a equipe de segurança agiu a tempo. O que cada um vai guardar do festival é a emoção de ter visto o Kiko e o sr. Barriga", disse.

Jornal que convocou alunos da USP a jogar 'merda' em gays pede desculpas


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
"O Parasita", jornal produzido por alunos da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP que publicou um artigo convocando outros estudantes a jogar fezes em gays em troca de ingressos para uma "festa brega", decidiu pedir desculpas pelo texto homofóbico ao qual classificou como "exagero cometido na última edição".

O G1 teve acesso no início da tarde deste domingo (25) a nota com o pedido de desculpas atribuída aos editores do jornal eletrônico "O Parasita", que foi distribuída para uma lista de e-mails de alunos da Universidade de São Paulo que recebem o periódico. Nela, os responsáveis pelo veículo, que não se identificam, lamentam o que foi escrito na última edição (de março e abril deste ano) e pedem desculpas aos alunos da faculdade por "ter colocado em evidência o nome da instuição [SIC - leia-se instituição]".

Os editores ainda reforçam que o jornal tem o objetivo de fazer humor e não possui qualquer intenção em "divulgar mensagens homofóbicas ou insultar [SIC - leia-se incitar] a violência".

Leia abaixo a íntegra da nota que foi distribuída no sábado (24) pela manhã e o artigo homofóbico publicado recentemente pelo "O Parasita".

Nota de "O Parasita": 

"Date: Sat, 24 Apr 2010 10:17:44 -0300
Subject: Esclarecimentos sobre a última edição"

(...)
"Os editores de O Parasita gostariam de pedir desculpas pelo exagero cometido na última edição.
Gostaríamos de esclarecer que O Parasita é um jornal de humor escrachado e que não tem intenção de divulgar mensagens homofóbicas ou insultar a violência.
Adicionalmente, gostaríamos de pedir desculpas também aos alunos da FCF por ter colocado em evidência o nome da instuição.
Atenciosamente,

O Parasita"

Artigo polêmico publicado no "O Parasita":

"Lançe-merdas e Brega será na Faixa - Ultimamente nossa gloriosa faculdade vem sendo palco de cenas totalmente inadmissíveis. Ano passado, tivemos o famoso episódio em que 2 viadinhos trocaram beijos em uma festa no porão de med. Como se já não bastasse, um deles trajava uma camiseta da Atlética. Porra, manchar o nome de uma instituição da nossa faculdade em teritório dos medicus não pode ser tolerado. Na última festa dos bixos, os mesmos viadinhos citados acima, aprontaram uma pior ainda. Os seres se trancaram em uma cabine do banheiro, enquanto se ouviam dizeres do tipo "Aí, tira a mão daí." Se as coisas continuarem assim, nossa faculdade vai virar uma ECA. Para retornar a ordem na nossa querida Farmácia, O Parasita lança um desafio, jogue merda em um viado, que você receberá, totalmente grátis, um convite de luxo para a Festa Brega 2010. Contamos com a colaboração de todos. Joãozinho Zé-Ruela."
Investigação policial


Apesar do pedido de desculpas, a Polícia Civil de São Paulo vai investigar "O Parasita" por suspeita de ele ter incitado outros estudantes a agredir gays. De acordo com a delegada Margarette Barreto, da Decradi (Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância), o jornal foi acusado pela Coordenadoria de Políticas da Diversidade Sexual de ter convocado alunos a praticarem crime ao publicar texto no qual oferece convites para uma festa a quem jogar fezes em gays.

"Em tese, o jornal cometeu uma incitação ao crime. Convocou a população a cometer crime e isso será apurado", afirmou a delegada da Decradi no sábado (24) por telefone ao G1. Se os responsáveis forem considerados culpados, poderão ser presos.

"Não vou investigar se eles cometeram homofobia porque homofobia não é crime. Quem vai apurar se houve homofobia será uma comissão especial da Secretaria da Justiça", esclareceu Margarette, que deve abrir inquérito na segunda-feira (26).

Responsáveis pelo jornal

Ainda, segundo Margarette, a polícia irá tentar identificar e localizar os responsáveis pelo jornal e quem escreveu a nota. "Em 2005, teve problema um problema parecido num jornal de uma faculdade de direito e conseguimos achar os autores", disse a delegada.

O caso ganhou repercussão e a Defensoria Pública informou que irá denunciar o periódico por homofobia à Comissão Processante Especial da Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania do Estado de São Paulo. Os responsáveis pelo jornal poderão ser punidos com multa se forem considerados culpados.

No sábado (24), a Associação Atlética Acadêmica de Farmácia e Bioquímica da USP, responsável pelas atividades esportivas da faculdade e organizadora da "Festa Brega", repudiou "O Parasita" e informou que não possui nenhum vínculo com o jornal. O Centro Acadêmico de Farmácia e Bioquímica da universidade e a Faculdade de Ciências Farmacêuticas também criticaram a postura do periódico e negaram qualquer relação com ele. A USP não quis se pronunciar.



25/04/2010 - 15h33 ( - G1)

Maria Cecília Rodolfo - O amor é sertanejo


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
Em 2007, no intervalo das aulas do curso de Zootecnia numa faculdade de Campo Grande (MS), os colegas Maria Cecília Serenza e Rodolfo de Carvalho queriam apenas matar o tempo (ou a aula...). As opções não eram tantas, até que apareceu um violão, e os dois, que até então nem eram tão amigos, começaram a tocar juntos.

Pouco mais de dois anos depois, Maria Cecília Rodolfo se tornaram uma consagrada dupla do sertanejo universitário e romântico, e amanhã farão sua primeira apresentação na Grande Vitória, no Pavilhão de Carapina, às 22 horas com músicas do seu primeiro trabalho, gravado ao vivo em Goiânia em 2009.

Considerada uma das duplas mais carismáticas da nova geração, Maria Cecília Rodolfo vão apresentar o seu mix de influencias que vão do axé, passando por MPB e pop rock. No playlist estarão os sucessos “Você de Volta” e “Você Não Merece”, além de regravações como “Nuvem de Lágrimas” e “Águas Passadas”, e até uma versão em axé da já citada “Você de Volta”.

A dupla ainda reserva para o público a apresentação de músicas inéditas como “Os Dias Vão”, “Presentes de Deus”, “ Só Passando pelo que Passei” e “Profecias”, que estarão novo CD, “ Ao Vivo 2”, que estão prestes a gravar.

Cante com eles 
Maria Cecília e Rodolfo , sertanejo romântico

Quando: Sábado, às 22h. Abertura dos portões às 20h
Onde: Pavilhão de Carapina
Quanto: 2° lote de ingressos: R$ 35 (pista, meia-entrada) e R$ 60 (camarote, meia-entrada). 3º lote: R$ 40 (pista, meia-entrada) e R$ 70 (camarote, meia-entrada)
Pontos de venda: Lojas High Tech do Shopping Vitória, do Centro de Vila Velha, de Laranjeiras e de Campo Grande.
Informações: (27) 3315-2626 e www.bcgeventos.com.br

MPB 
Concertos - Só violões 
O violão ganha um festival próprio, que homenageia o mestre capixaba do instrumento, Maurício de Oliveira (1925-2009). A programação inclui concertos, hoje e amanhã, em Vila Velha. O músico Moacyr Teixeira se apresenta hoje às 20h. Na Academia de Letras de Vila Velha Humberto de Campos, Rua 23 de Maio, 97, Prainha. (27) 3325-0064. 




23/04/2010 - 00h00 (Outros - A Gazeta) por Jaider Mirand

sábado, 24 de abril de 2010

Justin Bieber se impôs sozinho e virou astro aos 16 anos


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
Esqueça os ídolos mirins fabricados. Justin Bieber se impôs sozinho e virou astro aos 16 anos

Quando revistas de fofoca colocam Tom Cruise e Angelina Jolie em fotomontagens usando o mesmo cabelo escovadinho que ele, ou quando jornais sérios escrevem sobre o encontro do presidente Barack Obama com esse efebo da música, é um forte sinal de que mais um ídolo surgiu para ficar – e se inserir na cultura popular. Justin Bieber, um fedelho canadense de 16 anos que adora espaguete à bolonhesa e andar de skate, é a maior sensação mundial. Em sua faixa etária, não tem para ninguém.

De Berlim, onde foi atacado recentemente por fãs, passando por Los Angeles, onde celebridades como Beyoncé querem dar um beijinho em seu rosto de querubim, até São Paulo, onde ele arrebanha milhares de fãs que ajudaram a impulsionar as vendas de seu novo CD, My World 2.0. Tomem nota. O outro Justin da parada – Justin Timberlake – já é bem cinco minutos atrás. Mesmo que o nome Justin Bieber nada represente para os fãs de U2, o garoto é um fenômeno entre os teens cansados de Miley Cyrus e dos Jonas Brothers. Bieber já causou tumulto ao aparecer em uma loja de CDs em Nova York (cinco feridos) e fez a polícia parisiense fechar as portas de um shopping center para evitar um pandemônio. O fenômeno começou a ser notado pela imprensa no ano passado, quando Bieber lançou seu primeiro disco, My world, com oito canções de amor em estilo R&B. Antes, ele já era figurinha conhecida pelas adolescentes. E sem publicidade, como a orquestrada pela Disney para Miley ou Jonas.

Bieber surgiu em 2007, aos 12 anos, de uma forma que inverteu os habituais esquemas de divulgação da indústria da música. O garoto entrou num concurso no Canadá e ficou em segundo lugar. Para familiares e amigos que perderam o show de Bieber, a mãe dele, a designer de internet Pattie Mallette, de 35 anos, baixou os vídeos do filho no YouTube. Ao cantar com sua voz angelical sucessos de Usher e Stevie Wonder, Bieber virou êxito na internet. Até hoje, seus vídeos renderam 162 milhões de pageviews. Ele tem 2,6 milhões de fãs no Facebook e 2 milhões de seguidores no Twitter. Enquanto falo com Bieber por telefone, ele diz que acabou de postar no Twitter. “Escrevo tanto que quando sumo por algumas horas meus amigos pensam que fiquei doente ou que morri”, diz, numa cadência que desconhece pontuação. Como qualquer adolescente.

O CD My world 2.0 (Universal), lançado no início do mês, levou-o ao topo da parada da Billboard. Ele é o segundo artista solo mais jovem a realizar a façanha. O recorde é de Stevie Wonder, que figurou na lista aos 13 anos. Nada mau para um garoto pobre que cresceu na cidadezinha canadense de Stratford e que, no início da fama, tocava na frente do teatro local por dinheiro. Ele ganhou US$ 3 mil, soma com que viajou para a Disney. Um caçador de talentos de Atlanta descobriu Bieber on-line. Iniciou-se uma guerra entre dois astros pelo contrato com o garoto: Usher e Justin Timberlake. O primeiro levou a melhor. Bieber e a mãe se mudaram para Atlanta, cidade de Usher. Bieber toca guitarra, piano, bateria e trompete e tem tutores para as excursões. A mãe é uma presença constante, e o ex-assistente de Usher virou manager do garoto, cuidando até das roupas que ele usa em palco. Ah, o cabelinho batido, segundo Bieber, demora cinco minutos para ficar pronto. Tão rápido quanto postar no Twitter.

O cantor fala sobre as pressões do sucesso e diz que quer incluir o Brasil em sua nova turnê

ÉPOCA – Você já foi atacado na Alemanha e causou tumulto em Paris e shopping centers dos Estados Unidos. Como tem lidado com todo esse inesperado sucesso e a histeria das fãs?
Justin Bieber – Não é tão ruim quanto parece. Às vezes preciso da companhia de segurança, especialmente para comprar um tênis ou uma calça, mas de resto não tenho do que reclamar. Minhas fãs são muito cool. Às vezes nem acredito que isso tudo aconteceu comigo. Que garoto pode reclamar de ter um monte de menina correndo atrás dele o tempo todo?

ÉPOCA – Seu descobrimento foi viável basicamente pela internet, com vídeos no YouTube e sua conta no Twitter. O quão importante são essas ferramentas para você?
Bieber – Elas criam um canal de comunicação muito direto com as fãs. Acho que existe uma conexão maior, uma liberdade maior, principalmente de minha parte, de postar uma mensagem engraçada no Funnyordie.com, como fiz no dia 1º. de abril. Fãs acham que estou falando diretamente com elas, o que é verdade. Posto no Twitter incessantemente. Virou uma mania.

ÉPOCA – Os críticos dizem que sua voz pode mudar e que o futuro de sua carreira é incerto porque é muito jovem. O que acha disso?
Bieber – Minha voz tem mudado muito, tem ficado mais grave e estremece muito, o que é totalmente compreensível. Hoje já não consigo mais cantar a musica "Baby" como eu fazia seis meses atrás. Preciso cantá-la num tom mais baixo. Tem gente que diz que eu não vou conseguir cantar mais depois da puberdade. Mas isso não faz muito sentido para mim e nem me preocupa. Muitas pessoas fazem esse rito de passagem numa boa. Veja só o exemplo do Usher.

ÉPOCA – Que tipo de cuidados você tem com sua voz?
Bieber – Tenho a melhor professora de canto dos Estados Unidos. Também evito consumir produtos derivados de leite. De resto, é tudo normal, inclusive hambúrguer.

ÉPOCA – Qual é sua comida preferida?
Bieber – Adoro spaguetthi à bolonhesa.

ÉPOCA – Quais são seus hobbies, o que costuma fazer quando não está em tour ou promovendo seus CDs?
Bieber – Gosto de andar de skate, de sair com amigos, assistir a uma comédia com eles no cinema. Jogar videogame. Também gosto de jogar basquete e hoquéi. E tirar sonecas.

ÉPOCA – A imprensa tenta compará-lo a outros astros teens. Você é chamado de o novo Jonas Brothers, de o novo Zac Efron. Isso te incomoda?
Bieber – Acho que é cada um na sua. Não me incomoda ser comparado com eles, mas também não faz nenhum sentido, pois somos bem diferentes em estilo.

ÉPOCA – Desse grupo do tween pop como Miley Cyrus, Jonas Brothers, Selena Gomez, Taylor Swift, de quem você mais gosta ou se identifica?
Bieber – Eu acho que Taylor Swift tem uma voz incrível. Gosto muito do estilo dela.

ÉPOCA – Você cresceu sem ter muito dinheiro. Como acha que isso o afetou?
Bieber – Não fui tão pobre de passar necessidade. Só não tínhamos muito dinheiro, mas minha mãe sempre foi capaz de prover o básico para nossa família. Acredito que isso me trouxe uma outra mentalidade. Cresci mais pé no chão, sem mimos ou dramas. Meu grande objetivo sempre foi ir à luta, vencer e poder comprar uma casa para minha mãe, o que já fiz.

ÉPOCA – Qual foi a coisa mais extravagante que você comprou com seu primeiro salário mais polpudo?
Bieber – Um netbook muito cool. Recentemente, tirei minha carta e o Usher me ajudou a comprar um Range Rover.

ÉPOCA – Você gosta de gadgets?
Bieber – Adoro. Quero muito ter um iPad, mas estou tendo paciência e esperando pelo modelo 3G sair agora em maio para comprá-lo. Tenho receio de que o modelo somente em wi-fi fique complicado de ser usado quando eu sair em tour.

ÉPOCA – Sua tour começa em junho. Tem planos de incluir o Brasil nela?
Bieber – Eu nunca fui ao Brasil, mas com certeza um dia me apresentarei por lá.

ÉPOCA – E suas fãs brasileiras, o que elas te escrevem?
Bieber – Eu acho as brasileiras quentíssimas.

ÉPOCA – O que o faz dizer isso? Fotos de Gisele Bundchen e Adriana Lima?
Bieber – Não, não estou me referindo a modelos, mas sim as mulheres brasileiras em geral. Elas são quentíssimas, tem um jeito diferente de caminhar.

ÉPOCA – Você tem sido fotografado com muitas mulheres famosas, dando beijinho em Rihanna, Taylor Swift, Tina Fey, Oprah Winfrey. Qual é celebridade que mais o encantou até o momento?
Bieber – Fácil, fácil, a Beyoncé. Ela tem uma voz incrível e é muito sensual. Na verdade, ela é quentíssima (risos). Gostaria de cantar com ela.

ÉPOCA – Você foi à Casa Branca recentemente. Fale como foi essa experiência.
Bieber – Foi incrível conhecer o presidente Barack Obama. Ele não me conhecia e pronunciou meu nome errado. Mas o perdoei na boa (risos).

ÉPOCA – E o que você conversou com a filhas dele, Malia e Sasha?
Bieber – Coisa de adolescente. Nada demais.

ÉPOCA – Qual foi a maior surpresa que a fama te trouxe?
Bieber – O que mais me fascinou foi poder ter a oportunidade de encontrar gente famosa que admiro, como a Beyoncé, a Taylor Swift e o presidente Obama.

ÉPOCA – Quem falta você vai encontar?
Bieber – O Eddie Murphy.

ÉPOCA – Muitos astros mirins não conseguem lidar com a pressão do sucesso, e encontram problemas de ajustes mais tarde. Você já pensou em como vai lidar com isso?
Bieber – Eu acho que mantenho o pé no chão e sou muito honesto comigo mesmo. Minha mãe também sempre me deu bons conselhos e sempre foi extremamente cuidadosa sobre minha educação e em relação às pessoas com quem ando.

Fonte: ÉPOCA

Conheça as candidatas ao título de Miss São Paulo


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
Quarenta representantes disputam o título deste ano.
Vencedora será a representante do estado no Miss Brasil.


Candidatas a miss São PauloCandidatas a miss São Paulo disputam o concurso neste sábado (Foto: Daigo Oliva/G1)
Faltam poucos minutos para subir ao palco e uma delas descobre que esqueceu de ir ao banheiro. É a miss Santa Bárbara d’Oeste, Gabriela Pezzo, de 23 anos, que é prontamente repreendida. Ao lado de outras 39 garotas entre 18 e 25 anos, ela concorre ao título de Miss São Paulo em concurso que será realizado na noite deste sábado (24) no Memorial da América Latina, Zona Oeste da capital paulista.
Há uma semana, as quarenta candidatas estão em São Paulo participando de uma maratona de eventos que antecedem o concurso. Foram baterias de ensaios, passeios pela cidade, aulas de dança, e incursões na vida noturna paulistana.
Candidata Miss São PauloCandidata de São Paulo (Foto: Daigo Oliva/G1)
Durante esse período, três jurados acompanharam cada passo das garotas, a postura, a forma de se expressa e, vá lá, os defeitos. Vinte delas já entram no concurso eliminadas, sem que ninguém saiba quem são.
No dia do concurso, caberá a nove jurados – entre eles gente como a ex-dançarina Sheila Carvalho e a ex-Miss Brasil Deise Nunes - a tarefa de escolher a mulher mais bonita do estado. A eleita será a representante de São Paulo no concurso de Miss Brasil.
Nos bastidores, pouco antes do último ensaio, a tensão cresce. Entre dezenas de pessoas da equipe de produção, camareiras, cabeleireiros e maquiadores, as 40 garotas andam apressadas de um lado para o outro. Gabriela, a miss de Santa Bárbara d’Oeste, aproveita para viver o que para ela é um sonho.
Miss de primeira viagem, ela contou com a ajuda da prefeitura da cidade para encontrar patrocinadores que pagassem sua inscrição no concurso. “Se eu vencer quero mudar para cá”, diz ela.
Candidata de Sao Bernardo do CampoCandidata de Santa Bárbara d´Oeste
(Foto: Daigo Oliva/G1)
Nem todas, porém, estão ali pela primeira vez. Patrícia Chaib, de 24 anos, é a atual miss São Bernardo do Campo. No entanto, já desfilou seu 1,75 m e 58 kg em Serra Negra, quando era a representante da cidade no concurso de Miss São Paulo.
Ela que estuda Direito e sonha ser juíza. “Se ganhar eu tranco (a faculdade), mas depois eu volto porque miss é só um ano”, afirma.
Liliane Thomaz, a miss Potim, é outra que já participou do mesmo concurso. Em 2008, ela fez seu primeiro desfile no palco do anfiteatro do Memorial da América Latina em busca do sonho de ser eleita a mais bela representante das cidades paulistas.
A cidade de Liliane, no Vale do Paraíba, tem pouco mais de 20 mil habitantes, e entre eles a miss parece se destacar - a julgar por ter sido escolhida duas vezes como representante da cidade. “Daquela vez (2008) não consegui me classificar e voltei para minha cidade”, diz.
Entre todas, Fernanda Belleza, a miss São Caetano do Sul, parece predestinada a vencer o concurso - por motivos óbvios. Aos 22 anos, a estudante de Química revela que o mais importante para ela no futuro é mesmo a profissão para qual está se preparando na faculdade. Por que está ali então? "Porque é um sonho", afirma, com simplicidade.
A cada candidata que pisa no palco durante o ensaio final, o apresentador dá aos presentes no auditório uma aula de história das cidades paulistas. Quando a miss Barueri, Camila Serakides, pisa no palco, por exemplo, ficamos sabendo que a cidade foi fundada pelo Padre Anchieta.
Candidata de São Bernardo do CampoCandidata de São Bernardo do Campo
(Foto: Daigo Oliva/G1)
Quando chega a vez da Raíssa Abdelnur, a miss Botucatu, é explicado que o nome da cidade vem do Tupi e quer dizer Bons Ares. Já com a miss Itápolis, Natália Alves, vem a informação que a cidade é cortada pela linha imaginária do Tratado de Tordesilhas, assinado em 1494 por Portugal e Espanha e que dividia as terras de suas antigas colônias.
Enquanto a história de cada uma das cidades é contada e cada uma das garotas é apresentada, o ensaio continua. Gabriela chega ao final da sessão sã e salva, pronta para continuar sonhando em acordar no domingo como a mais bela representante das cidades paulistas. As outras 39 também.
O concurso Miss São Paulo será transmitido pela Band a partir das 22h.
Emilio Sant'Anna
Do G1 SP

sexta-feira, 23 de abril de 2010

Ladrão usa máscara comprada na internet e engana polícia seis vezes


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil

Máscara de silicone vale cerca de R$ 1,2 mil.
Conrad Zdzierak roubou US$ 3 milhões de bancos.

Um homem enganou seis vezes a polícia americana ao passar por negro usando uma máscara de silicone comprada pela internet.

Conrad Zdzierak usava máscara comprada na web para fazer assaltos em Ohio

Conrad Zdzierak usava máscara comprada na web para fazer assaltos em Ohio (Foto: Reprodução/The Sun)

 

Kit está à venda na web

Kit está à venda na web (Foto: Divulgação)

Conrad Zdzierak tem a pele branca e roubou seis bancos na cidade de Springdale, no estado de Ohio (EUA), usando uma máscara com traços negros, facilmente encontrada na internet com o nome de "The Player" ("o jogador", em português) por R$ 1,2 mil.

A polícia ficou intrigada por não conseguir pistas do ladrão, até que Zdzierak se hospedou em um hotel na região e os agentes conseguiram detê-lo.

O ladrão roubou cerca de US$ 3 milhões.

Fonte: G1