segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Travesti Lea T., filho de Toninho Cerezo, diz que não vê a hora de fazer a cirurgia de mudança de sexo


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
Em seu passaporte está escrito "Leandro Cerezo", mas ela não vê a hora de experimentar a felicidade com a mudança completa de sexo

Lea não sabe dizer quantas vezes se viraram para ela, na rua, e gritaram, em voz alta: "Gente, é um travesti!!!", com todos os pontos de exclamação e com o ar de nojo de quem viu uma barata gigante. No aeroporto, quando policiais que verificam os passaportes veem que no registro daquele mulherão há um nome masculino - Leandro -, eles riem e se acham no direito de chamar os outros para tentar passar uma cantada no "fenômeno" - e, em alguns casos, é como ela se sente. Lea disse que sempre foi assim, mas que depois do caso Marrazzo ficou ainda pior. Trata-se do vídeo com Piero Marrazzo, governador da região italiana do Lácio, gravado em atitudes carinhosas com transexuais. As imagens ficaram conhecidas e ele se demitiu do cargo em 2009.

Para a sociedade, portanto, transexual é sinônimo de prostituição, de quartos miseráveis, de underground. Mas nem sempre é assim. Prova disso é a própria Lea. Aos 28 anos, é culta, fala várias línguas e tem uma elegância invejável (tem 1,80 m e pesa 48 kg), com as mãos finíssimas, pulsos delicados, a pele e os olhos que não precisam de truques. Sempre teve educação privilegiada [é filha do ex-jogador Toninho Cerezo com a primeira mulher dele, Rosa Helena Medeiros].

Lea é estilista e modelo. Cresceu na Itália por conta do trabalho do pai. Foi escolhida por Riccardo Tisci, diretor de criação da Givenchy, para posar na campanha outono-inverno 2010/2011. Foi ele quem a descobriu, há alguns anos, e por isso passaram a chamá-la de Lea T. No Brasil, começa a fazer alguns trabalhos e está sendo rondada para desfilar na São Paulo Fashion Week. Inquieta, submete-se a terapias farmacológica e psicológica como parte da preparação à cirurgia que vai mudar seu sexo.


MARIE CLAIRE


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se livre para deixar um comentário educado... O seu comentário poderá levar alguns minutos para ser exibido.