segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Saiba quem foram os famosos eleitos e os que foram um fiasco nas urnas


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
Tiririca e Wagner Montes foram os famosos mais bem votados no país.
Stepan Nercessian, Myriam Rios e Jean Wyllys falam sobre conquista.


A lista de deputados eleitos em todo o país no domingo (3) inclui pessoas que alcançaram a fama antes mesmo de entrar para a política. O ex-BBB Jean Wyllys, a atriz Myriam Rios, o goleiro Danrlei e o ator Stepan Nercessian afirmaram ao G1 que enfrentaram uma eleição disputada e que nem sempre ser famoso ajuda. As três celebridades serão colegas de campeões de voto como Wagner Montes (PDT), que foi o deputado estadual mais votado no Rio de Janeiro, e Tiririca (PR), que superou o 1,3 milhão de votos para a Câmara Federal.

O ator Stepan Nercessian foi eleito deputado federal pelo PPS com 84 mil votos. Em entrevista ao G1, ele disse que a eleição foi "dificílima". "Fiquei muito feliz de ter sido eleito e ao mesmo tempo ganhar uma eleição trabalhando com pouco recurso. Você enfrenta campanhas milionárias, campanhas disputadíssimas, com gente que está com base de governo. Eu, como oposicionista ao governo federal, estadual e municipal, achei que a gente foi bem”, disse.

Segundo Nercessian, entretanto, sua eleição não se deu por ele ser uma celebridade. "É um misto de um voto conquistado como político, e não só de celebridade. Eu já tenho voto de pessoas que acompanharam meu mandato de vereador aqui no Rio. Eu tento não ser um político temático de categoria. Eu acho que na Câmara posso levar contribuições para a arte. Mas minha principal meta é levar a política para a política. Eu acho que nós estamos vivendo um momento que a política está despolitizada.”
O ator Stepan Nercessian, que foi eleito deputado
federal pelo PPS com 84 mil votos (Foto: Divulgação)

Segundo ele, a eleição de Tiririca, em São Paulo, foi uma válvula de escape para aquelas pessoas alienadas que detestam política e que fazem um voto de protesto. "Às vezes o cara está protestando, mas ao mesmo tempo está elegendo pessoas que realmente são as culpadas por esse descrédito que a política tem.”

Nercessian disse que vai trabalhar pela reforma política no país. Segundo ele, em política, “o brasileiro participa de um jogo cujas regras não conhece. É fundamental que as pessoas comecem a aprender na escola. Precisamos repensar o horário eleitoral. Os debates não levam a nada.”

A atriz Myriam Rios, eleita deputada estadual no Rio de
Janeiro pelo PDT (Foto: Divulgação)
Myriam Rios
Deputada estadual eleita no Rio de Janeiro pelo PDT, a atriz Myriam Rios disse ao G1estar muito feliz com a vitória e afirmou que resgatar a educação em tempo integral é um dos seus principais objetivos. “Este é um projeto de Darcy Ribeiro, que deu certo na época do Brizola e é uma forma de o pai ter certeza que a criança não está nas ruas”, contou Myriam.
A atriz foi eleita com 22.169 votos e foi a 64ª mais bem colocada no estado do Rio de Janeiro num total de 70 deputados.
Ela acredita que o fato de ser atriz ajudou na eleição. Mas Myriam lembra que, além de atriz há 35 anos, é missionária católica há oito, e que vai buscar restaurar valores morais, como a família. “Muita gente conhece a Myriam atriz, mas também sou reconhecida pelo meu trabalho na TV e na rádio Canção Nova”, explicou.
O ex-BBB Jean Wyllys, que se elegeu deputado federal
(Foto: Divulgação)
Jean Wyllys
Jean Wyllys (PSOL), que se elegeu deputado federal pelo Rio de Janeiro em sua primeira eleição a um cargo legislativo, falou que tentou de todas as maneiras evitar qualquer associação com o seu passado, de vencedor do quinto BBB.
“Sabia onde eu estava me metendo. Em um partido de esquerda, socialista, mas que tem uma campanha voltada para a minha plataforma, que é ligada ao movimento LGBT [Lésbicas, gays, bissexuais e transexuais]”, contou o escritor, que disse que já tinha uma ligação com o movimento, antes mesmo de passar pelo reality show. “Sabia que, na campanha, haveria um movimento de tentar me jogar na vala comum de ‘artistas’. Eu me mobilizei para desconsiderar para desarticular isso”, disse.
Segundo Wyllys, ele sabia que o seu partido priorizaria na propaganda de TV o deputado Chico Alencar, o “puxador de legenda”, que tentava a reeleição. Alencar foi o segundo mais votado entre todos os candidatos, com mais de 240 mil votos, conseguindo eleger Willis com 13.018: “um milagre”, em suas palavras.
“Fiz a minha campanha radicalmente limpa, tanto no sentido moral, quando no ecológico. Sem placas, adesivo, sem nada”, afirmou, comparando com outros candidatos de outros partidos que, segundo ele, tiveram muito dinheiro para as suas campanhas.
“Quando entrei na campanha e vi qual era a realidade, que o povo era despolitizado verticalmente. Não só os pobres, mas também a classe média que cai na crítica mais fácil, vi que seria duro”, afirmou, lembrando do apoio de pessoas da classe artística, como o cantor Caetano Veloso e do ator Wagner Moura.
Danrlei, eleito deputado federal pelo Rio Grande do Sul
(Foto: Divulgação)
Danrlei
O goleiro Danrlei (PTB), eleito deputado federal pelo Rio Grande do Sul com a quarta maior votação do Estado (173 mil votos), disse ao G1 que vai começar a estudar o que pode ser feito durante seu mandato. "A ideia é trabalhar bastante", comentou.
Ele explicou que não tem nenhum projeto específico em mente, mas que pretende trabalhar com esportes e inclusão social, e que a aproximação da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas de 2016 podem ajudar nisso. "Pretendo trabalhar sempre nessa área de esportes para ajudar a sociedade", disse.
Ele alegou ainda que o fato de ter sido símbolo do Grêmio no futebol do Rio Grande do Sul, não vai haver nenhuma influência disso no seu trabalho como deputado e que pretende representar todo o estado. "Fui eleito por conta do que fiz na minha vida e as pessoas respeitam meu trabalho como uma pessoa séria", disse.
Wagner Montes (PDT), o deputado estadual mais votado
do Rio de Janeiro (Foto: Divulgação)
Wagner Montes
Wagner Montes (PDT) disse ao G1 que não se surpreendeu ao ser o deputado estadual mais votado do Brasil, recebendo mais de 528 mil votos ao ser reeleito para a Assembleia do Rio de Janeiro. "As pesquisas que acompanhei antes da eleição mostravam que eu estava na frente dos outros candidatos, e não me surpreendi. Na eleição passada eu já tinha sido o terceiro mais bem votado, e dessa vez fiz barba, costeleta e bigode, tudo junto", brincou.
Segundo ele, seria possível ter conseguido ainda mais apoio dos eleitores, se ele tivesse feito uma campanha mais ampla. "Não tive uma campanha grande. Não tive placas espalhadas pela cidade, não pude rodar todo o estado", disse, completando que mesmo assim a campanha foi suficiente.
Montes disse que pretende continuar o trabalho que vem fazendo na Assembleia, e a atuar na TV. "Quero continuar fazendo prestação de serviço e ajudando o Rio de Janeiro", disse. "Também vou cuidar do meu partido, ajudar o PDT a ganhar força novamente em todo o estado."


Veja a tabela dos famosos que foram eleitos:

Candidato

Cargo

Partido

Estado

Nº de votos

Posição

Tiririca

Deputado federal

PR

SP

1.353.367 (6,35%)


Wagner Montes

Deputado estadual

PDT

RJ

528.628 (6,38%)


Danrlei Goleiro

Deputado federal

PTB

RS

173.787 (3,14%)


Marques

Deputado estadual

PTB

MG

153.225 (1,67%)


Romário

Deputado federal

PSB

RJ

146.859 (1,84%)


Stepan Nercessian

Deputado federal

PPS

RJ

84.006 (1,05%)

21º

Jean Wyllis

Deputado federal

PSOL

RJ

13.018 (0,16%)

46º

Miryan Rios

Deputado estadual

PDT

RJ

22.169 (0,27%)

64º

Bebeto

Deputado estadual

PDT

RJ

28.328 (0,34%)

62º


Veja a tabela dos famosos menos votados:


Candidato

Cargo

Partido

Estado

Nº de votos

Posição

Simony

Deputado estadual

PP

SP

6.993 (0,03%)

360 º

Túlio Maravilha

Deputado federal

PMDB

GO

4.526 (0,15%)

145º

Maguila

Deputado estadual

PTN

SP

2.951 (0,01%)

372º

Mulher Melão

Deputada estadual

PHS

RJ

1.631 (0,02%)

438º

Tati Quebra Barraco

Deputado federal

PDT

RJ

1.052 (0,01%)

405º

Andréia Schwartz

Deputado estadual

PRP

ES

476 (0,03%)

234º

Harlei

Deputado federal

PSDB

GO

167 (0,01%)

438º

Netinho (PCdoB) não conseguiu se eleger ao Senado
Foto: Fernando Borges/Terra

A entrada de personagens famosos nas eleições 2010 pode ser marcada pela eleição do palhaço Tiririca (PR) a deputado federal por São Paulo, maior colégio eleitoral do País, com 1,3 milhão da preferência do eleitorado, o que corresponde a 6,35% dos votos. No entanto, outros como o ex-pugilista Maguila, o cantor de pagode Netinho, e os ex-jogadores do Corinthians Marcelinho Carioca, Dinei e Vampeta não tiveram o mesmo feito e perderam o pleito nesse domingo (3), depois da contagem de votos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

O candidato ao Senado pelo PCdoB em São Paulo, Netinho de Paula, após aparecer entre os melhores colocados nas pesquisas realizadas nos últimos meses, não conseguiu a candidatura. O cantor recebeu 7.773.327 (21,14%) votos. Dois candidatos foram eleitos no Estado: Aloysio Nunes, do PSDB, e Marta Suplicy, do PT, com 11.189.168 (30,42%) votos e 8.314.027 (22,61%) votos, respectivamente. Outro cantor - que também é ator e compositor - não conseguiu uma vaga no Senado: Moacyr Franco (PSL-SP). O candidato obteve 411.642 (1,12%) mil votos.

No futebol, os ex-jogadores corintianos sofreram uma baixa diferente: a derrota nas urnas. Vampeta (PTB) e Marcelinho Carioca (PSB), que estrearam na política e tentaram se eleger deputados federais, receberam 15.300 mil votos e 62.399 mil votos votos, respectivamente. Outro boleiro (e do Corinthians) era Dinei, que se aliou ao PDT, para concorrer a uma cadeira de deputado estadual.

Adilson Rodrigues, ou o Maguila, também não foi eleito. O pugilista teve apenas 2.951 mil votos. Ainda dos ringues, Acelino de Freitas, o Popó, não se elegeu a uma cadeira para deputado Federal, pelo PRB, na Bahia, recebendo 60.235 (0,90%) mil votos.

No Rio de Janeiro, onde a lei permite que até 46 deputados federais se elejam, o antigo mandatário do Vasco Eurico Miranda (PP) ficou abaixo na sequência: 88º. Também pelo PP, o cantor Elymar Santos, que tentava uma vaga para deputado federal, não foi eleito.

Entre as mulheres, as funkeiras Tati Quebra Barraco (PDT) - candidata a uma vaga para deputada federal - e Mulher Melão (PHS) - candidata a uma vaga para deputada estadual - não foram eleitas nas eleições do Rio. A candidata do PTN à deputada federal, Mulher Pêra (PTN), teve a candidatura indeferida.

Confira o desempenho nas urnas das celebridades candidatas:


MAIS VOTADOS

Candidato

Cargo

Partido

Estado

Nº de votos

Posição

Netinho

Senador

PC do B

SP

7.773.327 (21,14%)


Tiririca (eleito)

Deputado federal

PR

SP

1.353.367 (6,35%)


Waguinho

Senador

PT do B

RJ

1.295.946 (8,81%)


Wagner Montes (eleito)

Deputado estadual

PDT

RJ

528.628 (6,38%)


Moacyr Franco

Senador

PSL

SP

411.642 (1,12%)


Danrlei Goleiro (eleito)

Deputado federal

PTB

RS

173.787 (3,14%)


Marques (eleito)

Deputado estadual

PTB

MG

153.225 (1,67%)


Romário (eleito)

Deputado federal

PSB

RJ

146.859 (1,84%)


Stepan Nercessian (eleito)

Deputado federal

PPS

RJ

84.006 (1,05%)

21º

Marcelinho Carioca

Deputado federal

PSB

SP

62.395 (0,29%)

93º

Leandro do KLB

Deputado estadual

DEM

SP

62.398 (0,29%)

96º

Popó

Deputado Federal

PRB

BA

60.235 (0,90%)

41º

Kiko do KLB

Deputado federal

DEM

SP

38.069 (0,18%)

121º

Jean Wyllis (eleito)

Deputado federal

PSOL

RJ

13.018 (0,16%)

46º

Renner

Senador

PP

GO

76.410 (1,56%)

112º

Miryan Rios (eleita)

Deputado estadual

PDT

RJ

22.169 (0,27%)

64º

Bebeto Tetra (eleito)

Deputado estadual

PDT

RJ

28.328 (0,34%)

62º

Agnaldo Timóteo

Deputado federal

PR

SP

25.172 (0,12%)

156º

Reginaldo Rossi

Deputado estadual

PDT

PE

14.934 (0,33%)

93º

Batoré

Deputado federal

PP

SP

23.042 (0,11%)

161º

Vampeta

Deputado federal

PTB

SP

15.300 (0,07%)

185º

Gaúcho da Fronteira

Deputado estadual

PTB

RS

13.667 (0,22%

131º

Juca Chaves

Deputado estadual

PR

SP

13.217 (0,06%)

200º




MENOS VOTADOS

Candidato

Cargo que disputou

Partido

Estado

Nº de votos

Posição

Tati Quebra Barraco

Deputado federal

PDT

RJ

1.052 (0,01%)

405º

Mulher Melão

Deputada estadual

PHS

RJ

1.631 (0,02%)

438º

Simony

Deputado estadual

PP

SP

6.993 (0,03%)

360 º

Túlio Maravilha

Deputado federal

PMDB

GO

4.526 (0,15%)

145º

Maguila

Deputado estadual

PTN

SP

2.951 (0,01%)

372º

Mulher Pêra*

Deputado federal

PTN

SP

0

1168º

Andréia Schwartz

Deputado estadual

PRP

ES

476 (0,03%)

234º

Harlei (goleiro do Goiás)

Deputado federal

PSDB

GO

167 (0,01%)

438º

Dhomini*

Deputado estadual

PR

GO

0

562º

* O(s) candidato(s) que aparece(m) com zero voto pode(m) não ter votação ou estar em uma das seguintes situações: indeferido com recurso ou indeferimento, renúncia ou falecimento após a preparação de urnas.


Fontes: G1 / Terra / Eband e outros

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se livre para deixar um comentário educado... O seu comentário poderá levar alguns minutos para ser exibido.