sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Mulher que mandou matar o marido é executada nos Estados Unidos, declarando amor


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
Teresa Lewis, de 41 anos, tornou-se ontem à noite a primeira mulher a ser executada nos Estados Unidos em cinco anos e a primeira no Estado da Virgínia desde 1912. Ela admitiu ser culpada de ter contratado assassinos profissionais para matar seu marido e o enteado em 2002. No mês passado, os advogados de Teresa pediram clemência, mas a Suprema Corte dos Estados Unidos e o governador do Estado da Virgínia se recusaram a intervir no caso. E, apesar de pedidos da União Europeia, a mulher (que tinha dificuldades de aprendizado) foi executada por injeção letal às 22 horas, no horário de Brasília. As autoridades divulgaram as últimas palavras de Teresa Lewis. "Quero que Kathy (a filha do marido que foi assassinado) saiba que a amo e que sinto muito", disse Teresa. Kathy Clifton presenciou a execução.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se livre para deixar um comentário educado... O seu comentário poderá levar alguns minutos para ser exibido.