quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Dado Dolabella é detido com maconha em blitz


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
Neste mês, ele foi multado por se recusar ao teste de bafômetro

O ator Dado Dolabella foi detido na tarde desta quinta-feira (30) depois que policiais militares encontraram uma pequena quantidade de maconha em seu carro durante uma blitz na Zona Sul do Rio. O delegado-assistente da 14ª DP (Leblon), Alessandro Thiers, não informou a quantidade exata da droga apreendida.

Segundo o policial, Dado, que dirigia uma Pajero, nega que estivesse transportando a droga ou soubesse de sua existência. "Ele diz que a droga não é dele, que não tinha ciência do material entorpecente e que qualquer um poderia ter colocado a droga ali. A maconha estava num pote de Cebion [suplemento vitamínico], escondida naquela portinha que fica perto da tampa do tanque de combustível", diz o Thiers.

Ainda de acordo com o delegado, se ficar comprovado que a droga era do ator, ele pode ser preso. "Ele está assinando um termo de declaração. A investigação vai dizer se a droga era para uso próprio, para vender, se ele estava transportando ou se é apenas testemunha do caso e não sabia realmente de sua existência".


Multas em Operação da Lei Seca
No dia 16, Dado recebeu duas multas ao ser parado em uma blitz da Operação Lei Seca, na Rua Ministro Raul Machado, na Gávea, na Zona Sul. Somadas, as multas passam de R$ 1 mil. De acordo com o major PM Marco Andrade, que supervisiona as blitzes, o ator foi abordado por volta de 2h.

Ainda segundo a polícia, o ator recusou-se a fazer o exame do bafômetro. Por conta disso, ele foi multado em R$ 957,70 e pode ter o direito de dirigir suspenso por um ano, caso seja condenado em julgamento do Departamento de Trânsito do Estado do Rio de Janeiro (Detran-RJ).

Além da multa pela recusa em fazer o teste, ele também estava sem o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV), uma picape importada. Essa infração rendeu ao ator mais uma multa de R$ 53,20, além de levá-lo a acumular 3 pontos na carteira de habilitação.

O veículo seria rebocado, mas um amigo dele se apresentou para dirigir o carro, após passar pelo teste do bafômetro. O amigo trouxe o CRLV da picape de Dado, que segundo o major Andrade, estava em dia.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se livre para deixar um comentário educado... O seu comentário poderá levar alguns minutos para ser exibido.