quarta-feira, 10 de dezembro de 2008

Sexo sadomasoquista, você curte isso?


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil




O sadomasoquismo é um jogo erótico de domínio e submissão entre parceiros sexuais. O prazer dos rituais é racional e consciente e envolve conceitos de sanidade, segurança e concordância para todos os fetiches que se pode imaginar.

Entre as fantasias e delícias da prática, quatro letrinhas definem bem o que esperar do mundo onde sexo e rituais se misturam: BDSM. O BD significa bondage; D, disciplina; DS, dominação e submissão, e SM, sadomasoquismo.

Imagine-se em uma noite de liberalidade no sadomasoquismo. Será possível conhecer a podolatria (adoração de pés), goldem shower (chuva de urina), infantilismo (fetiche por estar no papel de criança por alguns momentos), inversão (ser penetrado por uma mulher com consolo), spanking (receber uma punição com chicotes ou outro acessório), bondage e shibari (amarrações com cordas e correntes), CBT (tortura genital masculina), humilhação (ser xingado), feminização (ser obrigado a se vestir e portar como mulher), cócegas, entre muitos outros a serem descobertos lentamente em rituais.

"Este jogo é fascinante. Ele pode ser físico, mas também pode ser psicológico. O BDSM é mágico, portanto, é sempre bom assistir a muitos workshops, questionar técnicas, estudar para que se tenha segurança necessária", diz Bela, do Clube Dominna.

É importante que cada tendência seja vivida com a palavra de segurança - safeword - para que uma cena cesse imediatamente quando qualquer uma das pessoas envolvidas indique algum problema e queira parar o rito sexual.

Tudo começa com casais ou grupos fazendo liturgias. "Em uma Play Party, por exemplo, a quantidade de luz elétrica é mínima. O ambiente é iluminado por velas. As músicas são celtas, medievais e até sacras. O clima de respeito e hierarquia imperam. Tudo é feito com muito respeito e as pessoas envolvidas se deixam levar por um clima mágico", diz Bela, a praticante que guia esta reportagem.

O encoleiramento é outra brincadeira sadomasoquista. Nele, dominador ou dominadora permitem que um escravo faça parte de seu reino utilizando assim suas iniciais. Toda a comunidade então passa a chamar aquele escravo com o nick name escolhido pelo dono.
http://180graus.brasilportais.com.br
Edição: Fábio Carvalho

5 comentários:

  1. Sou simpatizante de sadomasoquismo em especial Dominaçao Feminina nao pratico embora tenho profundamente o desejo de ser literalmente Dominado por um mulher.creio ser o sadomasquismo um jogo entre partes concientes em busca do prazer e do auto conhecimento.crei que uma boa Dominadora alem de obter para si prazer maximo tambem proporciona a seu escravo prazer esta debaixo dos seus pes ja e' um prazer sem igual bom esta e' a minha opiniao estou sendo sincero .

    ResponderExcluir
  2. Nenhuma relação afetiva e sexual é mais intensa do que a de dominação -submissão, caso haja um entrega verdadeira.Vivi a experiência da submissão. Não conheci ao longo da vida relação mais prazerosa, relação em que pudesse me dar mais. Perdi o meu dom em um acidente. Nunca mais consegui preencher este vazio.

    ResponderExcluir
  3. estou vivendo uma relacão de dominação e nao imaginava que seria tão forte assim. amo muito meu DONO.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu dono é um sortudo. Até hj não encontrei uma escrava delicia....

      Excluir
    2. quero ser sua escrava...tesao...vem...me dominar...

      Excluir

Sinta-se livre para deixar um comentário educado... O seu comentário poderá levar alguns minutos para ser exibido.