sábado, 4 de outubro de 2008

Profissão Go-Go Boy


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
Vídeo: The Sexy Cowboy


Go-Go Boys são aqueles meninos de corpos malhados e bronzeados que dançam em clubes noturnos. A função deles é, a princípio, decorar os ambientes que trabalham, e animar – em vários sentidos – os freqüentadores.

Eles são presença certa e catalisadores dos olhares em todas as cidades onde existem boates gays. Na Le Boy, no Rio de Janeiro, e na Level, em São Paulo, eles são a grande atração. Na Le Boy eles fazem suas performances no balcão do bar e numa plataforma em frente ao palco. Usam um tapa sexo que deixa seus bumbunzinhos à mostra. Na Level, não tem como olhar para qualquer lado sem vê-los, estão por toda parte, dominando a paisagem local. Lá também mostram o bumbum, alguns pelinhos e no final da noite tiram a sunga para os que ainda estão se jogando na imensa pista do superclube.

Os mais bonitos acabam chamando a atenção das revistas gays e posam nus. Isso, é claro, dá um upgrade na carreira dos meninos e eles viram atração pelos clubes do país inteiro. O Go-Go Igor, por exemplo, foi capa da revista "Lolitos" quando estava começando a carreira. Segundo ele, depois disso trabalhou muito, chegou a ir para Miami dançar num evento e viajou para todas as capitais brasileiras. Depois fez outra capa na mesma editora (desta vez num especial só dele) e recentemente saiu na capa na revista "Homens". “Essas revistas são nossa maior vitrine no trabalho, quem sai nelas tem garantido bons trabalhos e bons cachês”, afirma o garotão.

Outro ponto em comum é que eles sempre são confundidos com garotos de programa. “Go-Go boy e stripper não são necessariamente garotos de programa, são profissões distintas”, esclarece Armando Torres, proprietário de uma agência especializada no trabalho dos fortões. De acordo Torres, uma das exigências para ser um bom Go-Go é “ser humilde". "Não dá para se achar o tal e não ser simpático com as pessoas. Eles tem que saber seduzir as pessoas, com o olhar e a dança principalmente”. Segundo ele, menino bonito e de corpo bom aparecem vários. “Aliar beleza ao charme é outra história. Quem tem fica no mercado”, conclui o booker.

Para trabalhar eles precisam suar a camisa. “Não é só chegar no palco e tirar a roupa, tem que saber dançar, ensaiar e malhar muito. O corpo tem que estar perfeito. Depois de tudo isso ainda é necessário um belo sorriso”, ensina top Go-Go Igor, dizendo que nem sempre está bem para sorrir a noite toda, mas que precisa ser simpático.

Fonte: Mix Brasil

2 comentários:

  1. Eu sou gogo boy. Rio de Janeiro. Minhas fotos no site:

    www.cathunt.net/oliver

    ResponderExcluir
  2. Na maioria das vezes, complementa-se com serviço de michê. E o tempo é cruel e acaba com as ilusões e sonhos. Ninguém gosta de falar a real, pq preferem glamourizar toda a coisa. Enfim, divirta-se mas com a razão, pr nâo jogar sua vida fora.

    ResponderExcluir

Sinta-se livre para deixar um comentário educado... O seu comentário poderá levar alguns minutos para ser exibido.