quinta-feira, 10 de abril de 2008

Pênis: Mitos sobre o símbolo da masculinidade


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
Vídeo: Meu caro penis


Mitos sobre símbolo da masculinidade

Tamanho não é documento." Para a maioria dos homens, não é bem assim. Símbolo de masculinidade, o pênis gera muitas dúvidas e complexos no universo masculino. O maior fantasma ainda é o tamanho do órgão que, na cabeça deles, é o que determina o prazer da mulher na hora da relação sexual.

De acordo com o urologista Ricardo De La Roca, os homens mais gordinhos, por exemplo, por haver um excesso de pele sobre o pênis, pensam que possuem um órgão menor e a insegurança acaba gerando baixa auto-estima, ejaculação precoce e até impotência sexual.

O tamanho médio de um pênis é de 10 cm em repouso e 16 cm em ereção. Para ser considerado pequeno, deve ter menos de 8 cm em ereção e, quando grande, tem 22. "De qualquer forma, não é isso que determina o prazer. O homem precisa saber utilizar. Quando ele acredita que o tamanho influencia, acaba ficando ansioso e gerando uma grande quantidade de adrenalina na corrente sanguínea, o que pode causar a impotência", explica o especialista.

A mulher tem um papel importante para ajudar o companheiro. Quando ela nota que ele está tomando atitudes estranhas referentes ao sexo, como fugir da relação ou ter uma ejaculação muito rápida, é necessário que ela não pense que o problema está nela.

Caso a questão seja um fator emocional, o homem deverá ser encaminhado para uma terapia. Se o problema for físico, como hormonal, pessoas com excesso de pele e até curvatura peniana, um urologista deverá ser consultado.

Cuidado!

As grandes dúvidas em relação ao pênis são geradas entre garotos de 18 a 24 anos, pois eles estão iniciando sua vida sexual. São também eles as maiores vítimas de remédios e clínicas que prometem alongar o pênis ou aumentar a ereção.

No mundo inteiro são disparados diariamente 20 a 25 spams relacionados ao aumento do pênis. De La Roca lembra que é preciso ter cuidado com aquilo que se faz, pois o órgão responde a estímulos nervosos que podem ser interferidos com determinados procedimentos. A prótese de seio em uma mulher corresponde a uma parte estática do corpo, diferente do pênis, que aumenta e diminui.



Esticadores e fisioterapias também podem ser perigosos, pois o uso desses métodos formam microfissuras e partes endurecidas. Com isso, o sêmen não consegue circular corretamente, em função das cicatrizes, o que faz com que haja problemas de ereção.

Outro cuidado a ser tomado são clínicas que prometem grandes milagres em atendimentos personalizados. "Eles injetam um produto que promete 30 a 40 minutos de ereção. De um a dois anos após o tratamento, o homem começa a ter problemas e volta no local. Lá, eles dizem que ele tem fibrose e começam um novo tratamento", explica o urologista.

É importante lembrar também que remédios como Viagra ou Cialis, que aumentam a ereção, podem causar dependência. De acordo com De La Roca, estudos recentes comprovam que esses medicamentos e similares retardam a produção de uma proteína que fica na cabeça do espermatozóide. Ela é a responsável pela perfuração do óvulo, ou seja, com sua diminuição, aumenta a taxa de infertilidade masculina.

Também é possível que pacientes consumidores desse tipo de remédio desenvolvam o priapismo, uma ereção dolorosa com uma média de seis horas que forma coágulos de sangue dentro do pênis, tornando-se necessária a limpeza.

Principais dúvidas

1) O pênis quebra?

Apesar de não possuir osso, o pênis pode quebrar quando está ereto. As causas são movimentos bruscos, principalmente durante o ato sexual. O tratamento é uma cirurgia de emergência que remove os coágulos formados e "costura" a ruptura no corpo cavernoso. O pós-cirúrgico deve incluir abstinência sexual de cerca de um mês. Caso não se faça a cirurgia a tempo, existe o risco de impotência ou de o pênis ficar torto.

2) Quando ter um pênis torto é sinal de problema?

Uma curvatura de até 30 graus para qualquer um dos lados não é sinal de problema. A partir desse valor e com uma ocorrência no centro do membro, pode se tornar um. Quando é de nascença, é chamado pênis curvo-congênito. Quando aparece na fase adulta, pode ser conseqüência da doença de Peyronie, uma inflamação que atinge cerca de 10% dos brasileiros. No primeiro caso, é recomendada a cirurgia de correção e, no segundo, o tratamento clínico pode melhorar ou estabilizar o problema. Em último caso recomenda-se a cirurgia também.

3) O pênis cresce?

Sim, ele continua crescendo de acordo com o restante do corpo, ou seja, atinge o pico de crescimento entre 13 e 17 anos. Mesmo assim, pode continuar se desenvolvendo durante a fase adulta, entre 21 e 23 anos.

4) O pênis enruga?

Não, o que enruga é a pele que encobre o órgão, igual a qualquer outra parte do corpo. Isso acontece, geralmente, a partir dos 75 anos.

5) Até que idade é possível manter relações sexuais e ereção?

O desejo não se modifica com a idade, embora possa haver a diminuição de testosterona no sangue. De acordo com De La Roca, "a abstenção do fumo e do álcool, a prática de exercícios físicos regulares, a manutenção de um peso adequado são medidas importantes. Assim como o corpo, a sexualidade precisa ser exercitada. A atividade sexual na velhice não é de forma alguma prejudicial ao organismo. Muito pelo contrário, a prática regular da atividade sexual é benéfica. Suas repercussões, tanto físicas quanto emocionais, permitirão ao homem um envelhecer com melhores possibilidades".

6) Por que um pênis ereto pode ficar com sobras de pele?

O excesso de pele chama-se fimose. Ele não tem função, mas facilita infecções. A recomendação é retirá-lo através da cirurgia, desde que haja necessidade do processo comprovada.

7) Qual a quantidade normal de esperma por ejaculação?

O número varia entre dois e cinco mililitros, dependendo do período de abstinência sexual, idade e excitação.

8) Ejacular com sangue é sinal de doença?

A hemospermia significa que há sangue no esperma ou na ejaculação e pode acometer homens de todas as idades. Muitas vezes não há nenhuma gravidade. Sintomas como dor ou ardor na uretra não significam que existe uma doença grave como câncer. A questão do sangue pode estar relacionada a processos infecciosos na próstata, vesícula seminal, uretra, hipertensão arterial ou fatores de causa indeterminada. Outras razões podem ser coito interrompido, abstinência sexual prolongada, hemorragia pós-ereção quando se utiliza o aparelho de vácuo - para auxiliar nos casos de disfunção erétil - ou trauma da mucosa uretral. Homens que tomam anticoagulantes ou utilizam adesivos plaquetários para afinar o sangue podem ter algum vaso sanguíneo interrompido durante a ejaculação, expelindo sangue.
(fonte: http://www.delarocaurologia.com.br/br/news...1182869736.6974)


Curiosidades sobre o pênis


1. Fumar pode encurtar em até 1 cm o pênis. As ereções dependem do fluxo sangüíneo, e os fumantes calcificam os vasos, dificultando a circulação;
2. Estudos revelam que 79% dos homens têm pênis que expandem significativamente quando eretos, e 21% têm pênis grandes em repouso que não expandem muito quando eretos;
3. O cérebro não é necessário para a ejeculação. A ordem vem da medula espinhal;
4. O caso mais comum de ruptura peniana: masturbação vigorosa;
5. Apenas 1 entre 400 homens são flexíveis o suficiente para fazer sexo oral no próprio corpo;
6. Os homens de melhor aparência podem ter espermas mais “fortes”. Pesquisadores espanhóis mostraram a mulheres fotos de homens que tiveram classificação boa, média, e ruim de espermatozóides – e lhes disseram para escolher os seus preferidos, pela aparência. A grande maioria escolheu os melhores produtores;
7. Os médicos estão usando a pele do prepúcio de crianças ciruncidadas em vítimas de queimadura. Um prepúcio pode produzir 23,000 metros quadrados, que seriam bastante para cobrir um campo de beisebol;
8. O pênis responsável por desvirginar o maior número de moças foi do Rei Fatefehi, de Tonga, que supostamente desvirginou 37.800 mulheres entre os anos 1770 e 1784 – ou cerca de 7 virgens por dia;
9. Uma glândula de próstata alargada pode causar tanto disfunção erétil como ejaculação precoce;
10. O orgasmo masculino dura em média 6 segundos. O feminino, 23 segundos. Se fosse ver por quantidade, seria necessário o homem chegar “lá” 4 vezes à cada 1 da mulher.
Fonte: Paranooia

19 comentários:

  1. eu tenho 17 anos e meu penis duro mede 20 cm.e muito grande

    ResponderExcluir
  2. e o meu tem 16 e o meu tem 16 isso eh normal

    ResponderExcluir
  3. desculpa,ia falar q o meu tem 16 e eu tenho 13 anos

    ResponderExcluir
  4. hahaha tudo mentira

    ResponderExcluir
  5. tenho 16 anos meu tem 13 cm

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  7. o meu duro mede 17 cm e tenho 16 anos

    ResponderExcluir
  8. Eu tenho uma xibata de 27 cm mas não consigo ter ereções... so consigo gozar me chupando pq não sinto prazer ... por que será? tenho 21 anos... isso é normal?

    ResponderExcluir
  9. eu tenho 15 anos bato punlheta todo dia/mais o meu penis meddi ums 10 cm

    ResponderExcluir
  10. AIIIIIII,EU SOU GUEY E O MEU PINTO TEM 25cm ,E ALGUMA MENINA QUER EXPERIMENTAR,HA EU SO ESTAVA BRINCANDO QUANDO EU DISSE QUE SOU GUEY,EU TENHO 12 ANOS,NÃO SE ESQUEÇÃO DE DAR SUAS XOXOTAS PRA MIM BELEZA

    ResponderExcluir
  11. Tenho 33 anos meu pau mede 13cm desde os 14anos tem esse tamanho qdo ereto sou casado minha esposa é morena e é funda sera que ela não fica insatisfeita?

    ResponderExcluir
  12. com sertesa sua esposa fica insatisfeita!ainda mais por vc disser que ela é funda.na não não é ela que é funda seu pinis que é muitoooooooooooooooooooooooooooooooooooooo pequeno...satisfeito

    ResponderExcluir
  13. tenho 19 anos e meu penis tem 14cm

    ResponderExcluir
  14. tenho 20 anos meu penis mede 16 cm e de diametro é praticamente a mesma coisa

    ResponderExcluir
  15. Boas , tenho um coagulo de sangue no penis , podem me dizer o que isto significa?

    ResponderExcluir
  16. Tenho 15 anos e o meu pênis mede 15 ereto e uns 10,5 em repouso. Ta normal ??

    ResponderExcluir
  17. E mais ou menos mais ou menos

    ResponderExcluir

Sinta-se livre para deixar um comentário educado... O seu comentário poderá levar alguns minutos para ser exibido.