quinta-feira, 10 de abril de 2008

Assassinato de Isabella: polícia vai ouvir ligação telefônica da tia


TV's LCD, Home Theater, Celulares, Som Portátil
Vídeo: Polícia ouve de novo a madrasta da Isabella



Polícia pede quebra de sigilo telefônico da tia de Isabella

Polícia considera ligação de Cristiane Nardoni 'especial'.
Irmã de Alexandre disse que não falou nada que prejudique o irmão.



A polícia pediu a quebra do sigilo telefônico da tia da menina Isabella, Cristiane Nardoni, nesta quinta-feira (10). Os investigadores já têm informações sobre as ligações telefônicas que foram realizadas logo após a morte de Isabella, tanto por vizinhos quanto do próprio apartamento de Alexandre Nardoni.

O primeiro telefonema para o serviço de resgate foi às 23h49’59’’ daquele sábado, 29 de março. Era um de um morador do prédio na Zona Norte de São Paulo, que pedia socorro para a menina Isabella. Outras duas ligações se seguiram para os bombeiros. Segundo a polícia, todas de vizinhos.

Ainda segundo a policia, ao mesmo tempo em que os vizinhos pediam ajuda, o telefone fixo do apartamento do casal era usado para duas ligações: uma às 23h50’32’’ para o pai da madrasta de Isabella. Essa ligação durou 32 segundos. A outra, às 23h51’09’’ para o pai de Alexandre, o advogado Antônio Nardoni. Esta última chamada durou 29 segundos.

A polícia tem interesse especial na ligação feita para a irmã de Alexandre Nardoni pouco depois da morte da criança. Cristiane Nardoni conversou por telefone, nesta tarde, com a apresentadora do Jornal Hoje, Sandra Annenberg. Cristiane confirmou que recebeu uma ligação no restaurante. A irmã de Alexandre disse que em nenhum momento falou algo que pudesse ser decisivo pra o esclarecimento do caso ou prejudicasse o irmão.

"Eu estava em um barzinho que tem música ao vivo comemorando o aniversário do meu noivo. Nisso eu recebi um telefonema do meu pai falando alguma coisa a respeito da Isabella. Só que eu não entendi o quê, você pode imaginar, porque com música ao vivo não dá para ouvir direito, quem freqüenta esses lugares sabe como é. Eu fui para o banheiro para retornar a ligação. Cheguei no banheiro, retornei a ligação e não consegui falar com ele porque o celular deu caixa postal", disse Cristiane.

A irmã de Alexandre Nardoni complementa: "liguei para minha cunhada e ela estava desesperada aos gritos, eu não entendia o que ela dizia exatamente que tinha acontecido com a Isabella".

Perguntada sobre o que disse exatamente no momento em que recebeu o telefonema, ela respondeu: "imagina, no momento do telefone, primeiro que eu não disse nada, porque eu não entendi. Assim que eu desliguei eu retornei e disse que aconteceu alguma coisa com a Isabella. Não sei se a Isabella caiu ou se jogaram a Isabella, não sei o que está acontecendo", completou.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se livre para deixar um comentário educado... O seu comentário poderá levar alguns minutos para ser exibido.